Conheça algumas das profissões que, ainda nos dias de hoje, conseguem prover um equilíbrio considerável entre trabalho e vida pessoal

trabalho-vida-pessoalConforme abordado em muitos dos artigos publicados no Blog Convênia, o mercado de trabalho de hoje – invadido pelos novos profissionais da geração y (ou millennials) – busca mais qualidade de vida e, principalmente, equilíbrio entre trabalho e vida pessoal.  No entanto, os grandes níveis de competitividade e concorrência (tanto entre empresas como entre profissionais) fazem com que o estresse e a falta de tempo pessoal sejam problemas cada vez mais comuns e frequentes entre a força de trabalho atual.

Com isso em mente, muitos dos novos profissionais já procuram investigar as condições e exigências dos mais variados cargos antes de se lançarem no mercado; buscando entrar no cenário atual com o pé direito e atuando em um cargo que promova um cponsiderável equilíbrio entre trabalho e vida pessoal. Confira, a seguir, dez das profissões mais indicadas para quem tem a qualidade de vida como objetivo principal de carreira:

  1. Cientista de dados
    Em uma escala de zero a 5, os profissionais deste cargo afirmaram ter 4.4 de satisfação, sendo que 74% deles acreditam que o nível de felicidade com o trabalho tende a melhorar ainda mais.
  2. Especialista em SEO
    A média de satisfação é de 4.3, e 75% dos atuantes acreditam em melhoras.
  3. Guia de turismo
    Com nível de satisfação em 4.3, tem 59% de sua força de trabalho otimista em relação ao futuro.
  4. Salva-vidas
    A média de satisfação é de 4.3, e 33% dos atuantes acreditam em melhoras.
  5. Administrador de mídias sociais
    Com nível de satisfação em 4.3, tem 76% de sua força de trabalho otimista em relação ao futuro.
  6. Instrutor de fitness
    Os profissionais afirmaram ter 4.2 de satisfação, sendo que 43% deles creem em melhoras no nível de felicidade.
  7. Designer de experiência de usuário
    A média de satisfação é de 4.2, e 60% dos atuantes acreditam em melhorias no futuro.
  8. Comunicador corporativo
    Os profissionais afirmaram ter 4.1 de satisfação, sendo que 56% deles creem em melhoras no nível de felicidade.
  9. Bombeiros
    Com nível de satisfação em 4.1, tem 47% de sua força de trabalho otimista em relação ao futuro.
  10. Operador do mercado financeiro
    A média de satisfação é de 4.0, e 38% dos atuantes acreditam em melhoras nos níveis de felicidade no trabalho.

Imagem: reprodução

Convenia Clube de Vantagens

Sobre o autor

Marcelo Furtado

Co-fundador e CEO do Convenia.

Deixe um comentário