Benefícios-CorporativosOferecer bons benefícios corporativos é essencial para qualquer empresa que deseja reter grandes talentos. Porém, nem sempre é possível contar com grandes verbas para realizar esta tarefa. A realidade da empresa muitas vezes implica em uma situação onde você não conta com nenhuma verba mas também não pode abrir mão de seus melhores profissionais. Como dar benefícios com orçamento reduzido?

Nós do Convenia temos a missão de ajudar as empresas a gerenciar melhor seus benefícios corporativos e por este motivo estudamos centenas de casos para dividir com nossos clientes. Queremos transmitir algumas das melhores ideias para continuar oferecendo bons benefícios em tempos de verba reduzida. Aqui algumas delas:

1- Parcerias e convênios comerciais

É claro que falaríamos disso neste artigo, afiinal é a nossa especialidade! 🙂 Porém, sendo bastante imparcial, convênios comerciais onde você negocia com empresas uma condição diferenciada para seus funcionários é, talvez, a melhor maneira de você oferecer bons benefícios sem gastar grandes recursos. Tudo que você precisa fazer é gastar tempo na negociação e na divulgação destas parcerias. É claro que se você desejar podemos te ajudar muito com isso. Clique aqui e faça um teste grátis para ver como nossa solução pode te dar isso tudo do dia para noite.

2- Tempo de folga

Um outro benefício que não implica em custo direto é dar ao funcionário um recurso extremamente escasso: tempo. Que tal oferecer aos seus profissionais um dia do mês para eles fazerem assuntos pessoais ou até mesmo curtirem um tempo extra com a sua família. É impressionante o impacto que esta política pode causar na sua equipe.

3- Dress code casual

Será mesmo que todas as pessoas na sua empresa precisam se vestir socialmente no calor de 30º? Flexibilizar a vestimenta no local de trabalho pode ser um excelente benefício para funcionários que vivem em países tropicais como o nosso e que pegam conduções lotadas (na maioria dos casos). É claro que existe um meio termo nesta política. Descreva bem as situações que ainda será necessário vestimenta social (reuniões, por exemplo).

Dar benefícios corporativos nem sempre significa gastar grandes volumes de dinheiro. É preciso ser criativo e pensar no seu público para garantir a melhor equação entre custo e percepção de valor.

Sobre o autor

Marcelo Furtado

Co-fundador e CEO do Convenia.