5 erros a evitar na hora das boas-vindas na empresa. Saiba como realizar o onboarding com sucesso e o que evitar ao dar as boas-vindas na empresa para novos colaboradores.

Saiba como realizar com sucesso as boas-vindas de um colaborador e que tipos de erro se deve evitar

 

Seja no início de um ano de trabalho ou em qualquer outro período, o processo de boas-vindas na empresa deve ser pensado e elaborado com cautela e atenção para que o novo colaborador possa, de fato, se sentir integrado e adaptado à organização – facilitando a sua sinergia junto aos demais funcionários da empresa e, com isso, aumentando as chances de resultados positivos em relação a entrada do novo integrante à equipe.

Por isso, é fundamental que os gestores evitem alguns erros bastante comuns no processo de boas-vindas na empresa para colaboradores recém-contratados, garantindo o sucesso na adaptação do funcionário e retornos positivos no futuro. Confira, a seguir, cinco tipos de atitude a evitar na hora do onboarding de profissionais na sua empresa:

  1. Tratar as boas-vindas do funcionário como um treinamento
    Ao contrário do que muitos podem acreditar, o processo de integração de um funcionário não pode ser feito por meio de um evento específico, mas sim com a dedicação de muito tempo. O ideal é que o novo colaborador receba as informações para que sua adaptação seja completa ao longo de um ano, e não apenas durante suas primeiras semanas na companhia.
  2. Iniciar o processo de onboarding com muita demora
    A entrevista de emprego já pode fornecer muitas informações valiosas para a integração de um novo funcionário, e os gestores devem ficar ligados nesse momento para não atrasar o processo de adaptação do colaborador.
  3. Deixar de medir os resultados do processo
    Assim como qualquer tipo de treinamento ou avaliação, as boas-vindas aos colaboradores também devem ter seus resultados medidos; permitindo que mudanças futuras sejam feitas para a elaboração de processos de integração cada vez mais positivos.
  4. Não participar do processo como gestor
    O envolvimento dos gestores é fundamental para a adaptação de um novo funcionário, já que eles são a principal referência de sucesso, solução e inspiração para recém-contratados.
  5. Não contar com um programa específico de integração
    Investir em programas de adaptação e boas-vindas para novos colaboradores pode diminuir muito os níveis de problemas com novas contratações para uma empresa e, por isso, apostar no desenvolvimento de um processo efetivo e bem determinado é essencial para qualquer empresa nos dias de hoje.
Onboarding de Funcionários

Sobre o autor

Equipe Convenia