Saiba de que forma se aproximar de uma carreira internacional e que tipo de atitude tomar para ter melhores chances

Saiba de que forma se aproximar de uma carreira internacional e que tipo de atitude tomar para ter melhores chances

carreira Internacional

Os profissionais da geração Y – também conhecidos como Millennials – estão em constante transformação e movimento, e uma carreira internacional é o grande objetivo de vida para muitos deles. No entanto, entrar no mercado de outro país não é uma tarefa tão simples, e esse tipo de sonho exige que preparações sejam feitas e precauções sejam tomadas; permitindo que o profissional possa chegar cada vez mais perto de um trabalho fora do Brasil.

Nos casos em que um profissional já tem esse objetivo há certo tempo, é possível tentar se adaptar à forma de atuação de outro país com antecedência – entretanto, a tarefa não é impossível para quem acaba de começar a se planejar para deixar o Brasil e buscar, em outro país, uma vida profissional. Com isso em mente, confira as dicas a seguir para a construção de uma carreira internacional, e fique de olho nas formas de aplicá-las na sua vida:

  1. Pesquise bastante sobre a empresa e o país em que deseja trabalhar
    Saber sobre a organização em que deseja atuar é fundamental (e não só em outros países), e se familiarizar com as principais informações referentes a cultura e as pessoas do lugar para onde você vai também é essencial.
  2. Aprenda o idioma nativo do país em que quer construir sua carreira
    Quem quer trabalhar em outro país não terá tempo para aprender a língua nativa do local, uma vez que for chamado para uma vaga. Portanto não deixe de começar a estudar e aprender a língua nativa do país em que você quer construir sua carreira internacional – até por que, isso pode acabar aumentando as suas chances de destaque na hora de a empresa estrangeira preencher uma vaga.
  3. Familiarize-se com os nativos e a cultura
    Pode ser muito mais fácil conversar com seus amigos brasileiros ao chegar em um lugar desconhecido. No entanto, evitar o contato com a cultura brasileira e se jogar de cabeça na cultura, nas pessoas, nos costumes e no idioma daquele país é o primeiro passo par se adaptar.
  4. Não encare a experiência de trabalhar em outro país como um intercâmbio
    Você está naquele país para trabalhar, e essa experiência deve ser levada de forma profissional – portanto, evite comportamentos e atitudes de quem parece estar apenas visitando o local a turismo ou fazendo um intercâmbio.
  5. Explore sua flexibilidade
    Morar fora do seu país de origem não é uma tarefa fácil, e é necessário ter muito jogo de cintura para lidar com as adversidades dessa experiência. Lembre-se que, naquele país, o diferente é você – e esqueça as reclamações para dar espaço à adaptação.

Imagem: reprodução

Auto-avaliação Departamento Pessoal

Sobre o autor

Equipe Convenia