Saiba mais sobre como funciona o coaching e de que forma isso pode lhe ajudar a evoluir na vida profissional

coaching

Pauta frequente nos dias de hoje, o coaching ganha cada vez mais adeptos e, também, cada vez mais pessoas confusas sobre o que isso realmente significa. Enquanto o número de coaches profissionais cresce consideravelmente (de 350 em 2009 para mais de 1,1 mil em 2012), também cresce o número de ‘picaretas’ que se auto-intitulam como coaches – reforçando ainda mais a ideia errada que muitos têm sobre esse tipo de serviço e profissional.

Para situar quem deseja avançar na carreira por meio da adoção do coaching, estão expostas, abaixo, oito fatores que todos devem saber antes de se aventurar nesse meio:

  1. Coaching não é terapia
    Embora haja psicólogos atuando como coaches, a abordagem desse tipo de orientação é puramente profissional; e as bolas não podem ser confundidas.
  2. Deve ser feito individualmente
    Esse processo não destaca bons resultados se executado em grupo. A orientação é focada, e deve ser individualizada.
  3. O objetivo deve ser definido
    Encontrar seu principal objetivo profissional é o grande objetivo do serviço, e o processo deve ser direcionado para isso.
  4. A experiência do coach é de extrema relevância
    Quem orienta já deve ter tido experiências profissionais significantes, para que possa fazer uso delas na hora de direcionar e aconselhar seus clientes.
  5. Atenção para a formação do coach
    Uma série de ‘picaretas ‘ se lançam no mercado todos os dias. Procure saber se a certificação do coach escolhido é real e válida.
  6. O coach não deve decidir
    O processo de coaching consiste em orientar e aconselhar profissionais, e não em tomar decisões por ele.
  7. A primeira sessão é um ‘teste’
    O primeiro encontro entre coach e cliente não deve ser cobrado, pois, serve para avaliar a relação e se o processo é realmente a melhor opção para o profissional.
  8. Definir prazos e pedir referências é fundamental
    A quantia de sessões necessárias para desenvolver o processo deve ser previamente acertada, e é essencial pedir referências para ex-clientes do coach; evitando complicações ou ‘golpes’ no futuro.

Imagem: reprodução

Auto-avaliação Departamento Pessoal

Sobre o autor

Equipe Convenia

Deixe um comentário