Conheça algumas das principais razões para relevar o comportamento difícil de colegas de trabalho e ganhe pontos adicionais na sua carreira

colegas-trabalhoAlém do estresse e da competitividade em níveis cada vez mais altos, o mundo corporativo atual também impõe a que o trabalhador lide diariamento com colegas de trabalho que nem sempre são agradáveis ou de grande colaboração para as suas tarefas. No entanto, saber como tratar – ou mesmo ‘aturar’ – tais companheiros de serviço é fundamental para crescer no mercado e avançar na carreira.

Tendo em mente que boa parte dos comportamentos difíceis de colegas de trabalho podem ser mal interpretados e desencadear momentos de irritação e estresse no ambiente corporativo, fiquei por dentro de algumas das razões que podem estar gerando as atitudes incômodas de companheiros de atuação – e saiba como conviver com estas pessoas e suas ações sem maiores problemas ou conflitos.

  • Tudo pode mudar
    O famoso ditado de que ‘o mund dá voltas’ é o ponto de foco aqui, e é preciso lembrar que colegas podem acabar se tronando chefes – e a falta de paciência agora pode queimar sua carreira no futuro.
  • Os problemas alheios são desconhecidos
    Todos tem momentos de ansiedade, tristeza e estresse – e é necessário lembrar que não se deve julgar uma pessoa ‘difícil’ no trabalho em função de um único episódio; já que ela pode estar passando por momento difíceis e dos quais você nem mesmo faz ideia.
  • Colaboração é tudo
    Partindo do princípio de que nenhum de nós é autossuficiente, é especialmente importante evitar fazer inimigos no mundo de trabalho, pois, eles poderão lhe ajudar no futuro.
  • Relacionamentos são a porta para o sucesso
    Saber se relacionar no ambiente de trabalho (e fora dele) é essencial para conquistar novos contatos e ampliar sua rede de networking, e o trabalho de lidar com colegas difíceis deve ser feito com afinco.

Imagem: reprodução

Convenia Clube de Vantagens

Sobre o autor

Marcelo Furtado

Cofundador do Convenia, empresa de tecnologia para a área de recursos humanos de pequenas e médias empresas. É responsável pela criação e execução da estratégia de inbound marketing da empresa que já atraiu mais de 15.000 leads. Formado em Administração de Empresas, com pós-graduação em Engenharia Financeira pela Poli-USP, Marcelo iniciou sua carreira na área de vendas da Pepsico. Logo em seguida iniciou uma trajetória em gestão de Hedge Funds internacionais, tendo trabalhado na Carval Investors e Financial Investimentos. Marcelo também é professor de Inbound Marketing na ESPM.

Deixe um comentário