onboardingO processo de recrutamento e seleção é, na maioria das vezes, custoso para a empresa tanto do ponto de vista financeiro (pesquisas mostram que a reposição de um funcionário custa em média 20% do salário anual da pessoa que saiu) quanto do de processos. Você prepara a descrição dos cargos, publica a vaga, entrevista candidatos, seleciona a nova contratação e aí é hora de pensar no Onboarding deste funcionário, ou seja, o processo de entrada dele na empresa. Não pensar neste processo é um erro e pode fazer a sua empresa desperdiçar todo o investimento feito no recrutamento e seleção. Com base em nossa experiência, vamos explorar neste artigo as melhores práticas de Onboarding de funcionários.

Abaixo, quatro fatores importantes que podem garantir o sucesso da integração de funcionários na sua empresa

1. Processo de onboarding fácil

A entrada de um funcionário significa para ele uma nova etapa de sua vida. Tudo será novo, as pessoas com quem ele trabalhará, os processos e até as nomenclaturas e jargões que cada empresa utiliza. Portanto, neste momento de mudança e incerteza para ele, é importante facilitar a sua entrada com um processo simples e direto. Deixar o processo complicado, cheio de papelada pode ser tão ruim quanto não ter nenhum processo.

Garanta que o funcionário tenha um cronograma e uma lista de tarefas clara do que ele tem que cumprir para garantir um processo de entrada facilitado. Os materiais que o funcionário deve acessar, devem conter treinamentos, organogramas, códigos de cultura e tudo mais que possa ser útil para ele já se sentir parte da empresa. (Veja neste artigo 6 materiais indispensáveis para um novo funcionário)

Outro ponto importante é oferecer estes materiais de forma digital ao invés de cópias em papel. Além de evitar desperdício de papel, isso garante que o novo funcionário tenha acesso frequente ao material sempre que ele necessitar.

Considere também manter um perfil digital dos seus funcionários com todas as informações necessárias tanto da parte burocrática quanto da parte do negócio. Além de ser mais fácil de preencher e atualizar (ele não precisará ir até ao RH preencher papel), o seu controle de acesso as informações será muito facilitado.

2. Treinamento de qualidade

Pesquisas demonstram que um novo funcionário leva até um ano para atingir o seu nível máximo de produtividade. Como acelerar isso? Fazendo um bom treinamento.

Selecione pessoas de cada área da empresa com boa comunicação para serem os anfitriões dos novos colaboradores. Organize seminários com todos estes “treinadores” para unificar a forma e a mensagem dos treinamentos. Faça com que o novo funcionário dê o máximo de feedbacks para acelerar o entendimento dele sobre a sua função e processos da empresa.

3. Estabeleça metas claras

É impressionante a quantidade de empresas que contratam pessoas e não estabelecem metas para elas na sua entrada. Se você não estabelecer uma meta clara para a pessoa, como esperar que ela dê o resultado esperado?

No processo de entrada, estabeleça quais os objetivos principais dele especialmente para o curto prazo. Acompanhe a performance neste início de trabalho e reconheça pequenas vitórias. Isso dará auto confiança para o funcionário desempenhar suas funções cada vez melhor e mais rapidamente.

4. Crie uma cultura de boas vindas

Todo o esforço pode ser desperdiçado se não houver uma cultura de boas vindas. As pessoas do escritório devem estar preparadas e acostumadas a receber novos funcionários com bons comportamentos. Imagine se você é recebido em sua empresa por pessoas que você nunca viu antes e que começam a reclamar para você do ar condicionado, do excesso de trabalho ou do seu chefe. Em 15 minutos você criará uma má impressão da empresa.

Portanto, incentive e tenha uma cultura de boas vindas.

O sucesso de um novo funcionário em uma empresa é em grande parte dependente do processo de onboarding que existe em curso. Não pensar nas formas de integrar a pessoa com seus colegas de trabalho e com os procedimentos em prática é desperdiçar um grande investimento e começar um relacionamento de forma errada. Estruture o processo de boas vindas da sua empresa e garanta pessoas felizes e produtivas na sua empresa.

Sobre o autor

Marcelo Furtado

Cofundador do Convenia, empresa de tecnologia para a área de recursos humanos de pequenas e médias empresas. É responsável pela criação e execução da estratégia de inbound marketing da empresa que já atraiu mais de 15.000 leads. Formado em Administração de Empresas, com pós-graduação em Engenharia Financeira pela Poli-USP, Marcelo iniciou sua carreira na área de vendas da Pepsico. Logo em seguida iniciou uma trajetória em gestão de Hedge Funds internacionais, tendo trabalhado na Carval Investors e Financial Investimentos. Marcelo também é professor de Inbound Marketing na ESPM.