Gerenciar férias em sua empresa é muito importante tanto no aspecto emocional quanto financeiro. Na questão emocional, é importante que seus colaboradores saibam exatamente as regras para tirar férias e não se sintam “culpados” por ter que pedir férias. Do lado financeiro, se você deixar vencer o período concessivo de férias do seu funcionário sem que ele tire o saldo de férias, terá que pagar o valor dobrado. Portanto, controle de férias é essencial para qualquer empresa.

Porém, muitas vezes na correria do dia-a-dia às vezes nos perdemos e isso é normal. Não se preocupe. Neste artigo ensinaremos o passo a passo para você retomar as rédeas de férias na sua empresa e evitar todos os problemas que isso poderia trazer.

O que você vai precisar?

1. Início do Período Atual

O primeiro passo é obter o início do período aquisitivo atual de cada funcionário. Isso é importante pois ele quem define o próximo período concessivo de férias e todos os períodos aquisitivos futuros. (se você não sabe o que são estes períodos, veja neste artigo)

Você pode se perguntar: mas o período aquisitivo não será sempre baseado na data de admissão do funcionário? Não. Não se esqueça que se houveram férias coletivas no primeiro ano de trabalho deste colaborador, seu período aquisitivo “zerou”. Veja detalhes neste artigo sobre férias coletivas.

2. Saldo de Férias Atual

O segundo dado que você precisará obter é o saldo atual de férias de todos os funcionários. Isso é importante para você garantir que: i. agende as férias do funcionário antes que acabe o período seu período concessivo atual; ii. que os saldos futuros estejam corretos já que serão somados ao saldo atual.

Onde obter estes dados?

Estes dados podem ser obtidos através do seu contador ou software de folha de pagamento.

O que fazer a partir daí?

Nós temos um modelo de planilha que pode te inspirar a controlar as suas férias. Você poderá tanto utilizar a nossa planilha (clique aqui para fazer o download), criar a sua, ou utilizar um software de gestão de férias, como o Convenia.

Imagem: reprodução

Sobre o autor

Marcelo Furtado

Co-fundador e CEO do Convenia.