Saiba como o conflito de gerações prejudica os níveis de produtividade no ambiente corporativo

conflito-geracoes

Conforme previamente abordado em uma série de artigos publicados pelo Blog Convenia, o conflito de gerações segue como um fator que pode gerar uma série de problemas no ambiente corporativo. Enquanto os profissionais da geração Y (também conhecida pelo nome de Millennials) segue em busca de inovações e revoluções no mercado, os trabalhadores das gerações mais antigas ainda lutam por uma atuação mais segura e tranquila.

Outro ponto importante que se apresenta em função desse conflito de gerações é a familiaridade com as novas tecnologias – que é completamente diferente na visão dos profissionais Millennials e Baby Boomers.

Enquanto o uso das mais novas ferramentas é algo completamente natural e, de certa forma, imprescindível para os que se encaixam na geração Y, os profissionais mais tradicionais ainda lutam para entender e poder usufruir das praticidades que os novos gadgets oferecem – sem contar o fato de que, para estes, a necessidade de estar integrado com as inovações também está longe de ser um ponto fundamental.

De acordo com um estudo realizado pela VitalSmarts em parceria com a ASTD Workforce Development, um em cada três funcionários acredita que a empresa onde atuam gasta, pelo menos, cinco horas de trabalho por semana para resolver os problemas corporativos gerados pelo conflito de gerações – provocando uma perda na produtividade que chega a até 12%.

Contando com mais de 1,3 mil entrevistados, o estudo também mostrou que a diferença de idade e de ideias é outro fator que prejudica o nível de produção, sendo apontado por 54% dos participantes entre as situações que mais prejudicam o trabalho nas corporações.

Preocupante, esse cenário se torna ainda mais ameaçador quando levado em conta o fato de que mais de 90% das empresas entrevistadas afirmam ter contratados de até três gerações diferentes em suas equipes – provando que encontrar uma solução para esse tipo de problema pode fazer toda a diferença no futuro do mercado corporativo mundial.

Imagem: reprodução

Convenia Clube de Vantagens

Sobre o autor

Equipe Convenia

Deixe um comentário