As empresas de tecnologia estão revolucionando a forma como diversas áreas das empresas fazem suas tarefas rotineiras, eliminando custos, aumentando eficiência, diminuindo riscos operacionais e assim por diante. Diversos movimentos surgiram, como as Fintechs (para o mercado financeiro), Lawtechs (para o mercado jurídico) e as HRTechs ou RHTechs que são as startups que produzem softwares ou hardwares para automatizar muitas das funções que a área de Recursos Humanos faz hoje de forma manual ou com processos muito burocráticos. Ao longo deste artigo vou descrever um pouco deste movimento e como a sua empresa pode tirar proveito das novas tecnologias.

A Primeira Onda – Apenas grandes organizações

O mercado de tecnologia para Recursos Humanos começou a se desenvolver com gigantes do mercado de software como SAP e Oracle que desenvolveram produtos para o mercado de grandes corporações. Tentando resolver a complexidade das grandes empresas ao gerir seus colaboradores, estes softwares são completos mas também complexos – tendo a necessidade de serem instalados e operados por especialistas.

A Segunda Onda – A grande revolução em HR Tech

bradpitt

Por volta do ano de 2012 começaram a surgir iniciativas de startups para o mercado de RH. São empresas que identificaram que não apenas grandes empresas tinham este problema, mas todo o mercado – afinal de contas, gestão de pessoas acontece em qualquer empresa que tenha força de trabalho. Softwares mais acessíveis, na nuvem (sem a necessidade de nenhuma infra-estrutura) e com uma experiência de uso diferenciada (que não precisa ser operado por especialistas) começaram a surgir e a entrar de vez no gosto de gestores de pessoas do mundo todo.

No Brasil, o Convenia foi uma das percursoras deste movimento, tendo lançado seu primeiro produto para gestão de benefícios ainda no ano de 2012 e evoluído desde então com soluções inovadoras na áreas mas com todas as características de facilidade de uso, acessibilidade e automação de atividades da área. Com o passar dos anos, mais empresas e iniciativas surgiram tanto no Brasil quanto no mundo, dando força ao movimento que hoje já é reconhecido mundialmente.

O que está “quente” em HR Tech

Como não poderia ser diferente, este mercado atraiu os maiores investidores de tecnologia no mundo. Fundos como 500 Startups, Andreesen Horowitz, Khosla Ventures aportaram bilhões de dólares em iniciativas. Estima-se que apenas no ano de 2017, houveram mais de US$ 4 Bilhões em investimento em empresas de tecnologia para RH no mundo todo.

HR Tech (ou RH Tech) é um termo genérico que define todas as iniciativas de inovação tecnológica no mercado de Recursos Humanos. Podemos dividir essas tecnologias em algumas grandes áreas:

1. HRIS (Human Resource Information System)

Estes sistemas, também chamados de “Coração do RH” são tecnologias que permitem armazenar os dados dos colaboradores e automatizar as principais rotinas da área como: admissão, desligamento, entre outras tantas obrigações do departamento.

O Convenia é a solução líder neste segmento no Brasil, tendo sido a pioneira do mercado a oferecer uma solução em nuvem totalmente completa para a gestão de rotinas do Departamento Pessoal em empresas de pequeno e médio porte.

2. Folha de Pagamento (ou Payroll)

Talvez esta seja a principal rotina em gestão de pessoas, afinal ela acontecerá obrigatoriamente todos os meses. Por concentrar informações de diversas áreas (movimentações de colaboradores, comissionamento, promoções, etc) idealmente a sua solução de folha de pagamento está conectada ao seu software de gestão de informações (HRIS).

O principal desafio dos sistemas de folha de pagamento, é manter a empresa aderente à legislação pagando todos os salários e encargos adequadamente. Como estes sistemas concentram um custo importante da empresa (na maioria das empresas, folha de pagamento é o custo número 1), é importante também que você tenha acesso a dados para fazer a gestão estratégica da área.

3. Gestão do Talento (ou Talent Management)

Gestão de talentos é um tema amplo para fazer as rotinas de recrutamento, seleção e desenvolvimento dos talentos da empresa. Os softwares mais comuns desta área são os que auxiliam as empresas a publicar vagas e filtrar os melhores candidatos, podendo até organizar o fluxo do processo de entrevistas e testes. Este mercado chama-se ATS ou Application Tracking Systems e são bem comuns tanto no Brasil quanto nos EUA.

4. Gestão de Performance (Performance Management)

Como o próprio nome diz, são softwares de avaliação de desempenho. Ultimamente, esta área tem sofrido uma grande transformação para substituir as avaliações de desempenho periódicas (que ocorrem de tempos em tempos) para avaliações de desempenho contínuas. Ou seja, se um funcionário fez algo bom ou ruim, há um ambiente para continuamente registrar este feedback e permitir que, quase que em tempo real, o funcionário consiga melhorar seu desempenho ou se sentir reconhecido.

5. Employee Engagement (Engajamento de Funcionários)

Para aumentar a performance e melhorar o clima organizacional, há também os softwares de engajamento. Normalmente, estes sistemas oferecem soluções para melhorar a comunicação do time (endomarketing) mas também algumas plataformas oferecem componentes de gamification, ou seja, técnicas de games para motivar os funcionários a entregarem algum tipo de resultado.

6. Administração de Benefícios (Benefits Administration)

Se você oferece apenas Vale Transporte e Plano de Saúde, você precisa repensar seu pacote de benefícios. Hoje em dia a grande oferta de provedores de benefício tem tornado a gestão mais complexa. Softwares de gestão de benefícios auxiliam o RH a prospectar novos benefícios, movimentar seus colaboradores de forma otimizada e ainda analisar o uso para que o RH contrate benefícios cada vez mais aderentes ao seu perfil de funcionário. O Convenia oferece soluções específicas para isso que podem ser contratadas em conjunto com a plataforma de gestão de informações do RH.

Convenia - Gestão de RH incrivelmente simples

 

 

Sobre o autor

Marcelo Furtado

Co-fundador e CEO do Convenia.

Deixe um comentário