Saiba como a modificação da tradicional jornada de trabalho por influenciar e aumentar a motivação de profissionais

Saiba como a modificação da tradicional jornada de trabalho por influenciar e aumentar a motivação de profissionais

jornada-trabalho

Amplamente modificado ao longo da última década, o perfil do mercado de trabalho conta, hoje, com uma série de vantagens e flexibilidades que, há algum tempo atrás, poderiam ser consideradas impensáveis para qualquer profissional. No entanto, a entrada dos profissionais da geração Y (millennials) e a insatisfação de muitos trabalhadores de outras gerações no mercado atual foram fatores que colocaram as práticas mais radicais do mercado em pauta novamente, sendo a jornada de trabalho um dos itens que ganhou atenção em meio a tantas e tão grandes transformações.

Percebendo o desejo dos profissionais de hoje e acompanhando a demanda cada vez maior dos trabalhadores por mais qualidade de vida, flexibilidade de horários e, principalmente, mais equilíbrio entre vida profissional e pessoal – o mercado começa a se adaptar às vontades dos que compõem a força de trabalho da atualidade, notando que pequenas alterações em questões importantes (como a jornada de trabalho) podem tanto ajudar na motivação como na satisfação e até produtividade dos profissionais.

Embora as mudanças nesse aspecto ainda não sejam tão grandes quando levado em conta o grande desejo de ‘flexibilidade’ dos profissionais de hoje, já é possível identificar no mercado global uma série de empresas que começam a se mexer nesse sentido – abrindo espaço para um tipo de atuação que exige menos horas de trabalho e, consequentemente, menos estresse por parte dos profissionais; promovendo, com isso, níveis maiores de motivação e, em função disso, atuações cada vez mais produtivas.

Enquanto muitas corporações já fazem essa espécie de mudança em seus quadros, na busca de colaboradores mais satisfeitos e produtivos, também há empresas que reduzem as horas de jornada em suas dependências por motivos menos altruístas – visando, fundamentalmente, pagar menos pelo trabalho de profissionais mais qualificados.

De uma forma ou de outra, essa tendência se mostra crescente no mercado, apontando para um futuro de flexibilidade maior e opções cada vez mais variadas para a escolha de novos e antigos profissionais; que, independentemente das intenções da empresa de atuação, podem ser considerados relativamente beneficiados.

Imagem: reprodução

Convenia Clube de Vantagens

Sobre o autor

Equipe Convenia

Deixe um comentário