Conheça técnicas de liderança inovadora que impulsionam empresas para o sucesso em todas as partes do mundo

Liderança inovadora

O conceito de liderança inovadora é, hoje, amplamente discutido no mundo empresarial. Enquanto diversas empresas ainda optam por estratégias mais tradicionais de administração, muitos novos empreendimentos apostam na inovação e no pensamento no futuro para atingir novos patamares de sucesso, engajando funcionários da geração milllenial e motivando equipes de trabalho atraídas pela ideia do novo.

Nos dias de hoje, empresas de grande sucesso e nome em todo o mundo já tem a liderança inovadora como forma de administração, incentivando colaboradores a pensar fora da caixa para atrair cada vez mais clientes e adeptos. Fundada por Jeff Bezos, a Amazon é um bom exemplo desse novo cenário, e na empresa todos os funcionários têm como prioridade o ato de pensar de maneira inovadora e dinâmica, buscando novas soluções em conjunto sem a necessidade de um comandante criativo específico para guiar grandes grupos.

“Incentivo meus funcionários a experimentarem dentro de áreas completamente desconhecidas. Tentamos diminuir o custo da realização de experimentos para poder fazer mais tentativas. Se você consegue aumentar dramaticamente o número de apostas, pode também, como resultado disso, fazer crescer a quantidade de produtos inovadores”, comentou Bezos em entrevista ao portal Forbes.

De acordo com o estudo realizado no projeto The Innovator’s DNA – que colheu informações ao longo dos últimos oito anos – a presença de um líder criativo pode aumentar consideravelmente a capacidade inovadora de uma companhia. No entanto, ter apenas um profissional encarregado disso pode ser prejudicial para a empresa, tendo em vista que outras habilidades e ideias mais tradicionais podem ser deixadas de lado devido a um pensamento adiantado demais.

Outro fator interessante da pesquisa também é relacionado ao comportamento dos líderes criativos. De acordo com os resultados, uma parcela de 10% a 15% desses profissionais não parece dar muita importância em incentivar seus colegas na produção do pensamento criativo e inovador e, a razão disso, segundo o estudo, é a visão que esses líderes têm de pouco valor nas ideias e sugestões de seus colegas.

Por outro lado, a pesquisa também mostra que os líderes mais bem sucedidos e informados são os que mais dão importância no ato de passar adiante a capacidade do pensamento inovador, buscando sempre a construção desse tipo de comportamento nas equipes e colaboradores com quem atua direta ou indiretamente.

Imagem: reprodução

Sobre o autor

Equipe Convenia

Deixe um comentário