A avaliação de desempenho ainda é considerada uma das mais eficientes e populares ferramentas ao alcance dos profissionais de Recursos Humanos para medir o empenho e os resultados de gestores e colaboradores. E, embora haja uma série de diferentes estilos em que esse tipo de pesquisa possa ser aplicado, o modelo de avaliação 360 se mantém firme e forte como um dos preferidos pelas grandes empresas do mercado atual.

Você pode baixar gratuitamente a nossa planilha de Avaliação de Desempenho

O grande diferencial do modelo de avaliação 360 frente aos outros tipos é que ele permite que cada colaborador avalie o desempenho de colegas, superiores e subordinados – então não é um sistema de mão única.

Por envolver um estudo completo a respeito do desempenho, produtividade e do nível de potencial de crescimento de cada um dos funcionários de uma organização, esse tipo de avaliação leva alguns fatores específicos em consideração, incluindo capacidade de liderança, nível de colaboração, interação, organização e proatividade.

Confira, na lista a seguir, os principais focos de uma avaliação de desempenho 360:

1. Liderança: O colaborador sabe comandar?

2. Proatividade: O funcionário tem iniciativa? Sabe resolver questões e gerar ideias por conta própria?

3. Vontade: O colaborador é empenhado na sua atuação?

4. Flexibilidade: O funcionário tem poder de adaptação?

5. Aptidão: O colaborador mostra talento no que realiza?

6. Disponibilidade: O empregado se mantém disponível e pronto para trabalhar?

7. Integração: Há interação entre o empregado e seus colegas mais próximos?

8. Produtividade: O funcionário mostra bons resultados na sua função?

9. Colaboração: O empregado costuma colaborar com colegas?

10. Ética: O colaborador mostra ética na sua atuação?

11. Organização: O funcionário é organizado no seu trabalho?

Convenia Clube de Vantagens

Sobre o autor

Equipe Convenia

Deixe um comentário