Saiba como diferentes técnicas e ferramentas podem ajudar ou prejudicar sua empresa no recrutamento de novos talentos

Novos TalentosNovos talentos entram no mercado de trabalho todos os dias, possibilitando que empresas renovem suas equipes, modifiquem estruturas de funcionamento e, inclusive, aumentem sua produtividade. No entanto, o recrutamento de novos profissionais não é uma tarefa simples, e requer muita atenção por parte do setor de recursos humanos que, por meio de técnicas adequadas, pode incrementar com muita eficiência o seu quadro de funcionários.

A questão em foco nessa captação de novos talentos é justamente o perfil desse novo trabalhador, e como atrair um colaborador que se encaixe na empresa pelos motivos certos, e que possam mantê-lo na corporação por um longo período. Enquanto o fator financeiro é tido como um grande chamariz para os novos profissionais, ele não é um item que possa ser considerado a longo prazo, e a possibilidade da construção de uma carreira sólida acaba sendo uma ferramenta de maior eficácia.

Combinando o perfil do funcionário com o da empresa, novos talentos podem sentir-se mais atraídos por uma longa carreira que, a longo prazo, poderá resultar em bonificações financeiras cada vez maiores – que farão parte do trabalho do colaborador como consequência ao invés de ser o fator de sedução principal.

Com a falta de mão-de-obra qualificada que há no mercado, a disputa por novos talentos é cada vez maior, e a exigências por parte dos novos profissionais ficam cada vez mais difíceis de ser atendidas. Enquanto os novos talentos buscam salários, benefícios e crescimento profissional em uma velocidade que não condiz com o mercado ou com sua experiência, as empresas procuram seduzir estes colaboradores por meio da promessa de promoções e bonificações financeiras.

Eficiente para atrair profissionais, essa técnica, em muitos casos, pode acabar prejudicando a empresa em questão – que, para sair vitoriosa no recrutamento de colaboradores dá cargos importantes a pessoas sem o devido preparo. Tendo em mente que as empresas de hoje exigem resultados em curtíssimo prazo, fica para o setor de recursos humanos a difícil tarefa de se adaptar e resolver questões de forma cada vez mais rápida.

Para que isso seja concluido de uma forma em que a corporação não saia prejudicada, o contato do RH com todos os setores de uma empresa é indispensável, pois, desta maneira, a área pode planejar da maneira mais adequada a captação de novos profissionais – de acordo com os principais problemas, demandas e necessidades de cada setor específico.

Imagem: reprodução

Sobre o autor

Marcelo Furtado

Cofundador do Convenia, empresa de tecnologia para a área de recursos humanos de pequenas e médias empresas. É responsável pela criação e execução da estratégia de inbound marketing da empresa que já atraiu mais de 15.000 leads. Formado em Administração de Empresas, com pós-graduação em Engenharia Financeira pela Poli-USP, Marcelo iniciou sua carreira na área de vendas da Pepsico. Logo em seguida iniciou uma trajetória em gestão de Hedge Funds internacionais, tendo trabalhado na Carval Investors e Financial Investimentos. Marcelo também é professor de Inbound Marketing na ESPM.

Deixe um comentário