Estudo mundial aponta as principais características do homem da geração Y em relação às mulheres no ambiente de trabalho

geração y

No cenário empresarial atual – onde trabalhadores das gerações de Baby Boomers e da Geração Y dominam o mercado de trabalho – muito se fala sobre os Millennials e a sua atuação. Pensando nisso, a empresa de auditoria e consultoria global Mazars desenvolveu um estudo para definir as principais características dos homens da Geração Y (ou Millennials, nascidos entre os anos de 1980 e 2000) – contando com a colaboração de 750 entrevistados espalhados pelos cinco continentes.

Levando em consideração as informações colhidas com profissionais que atuam em 71 países diferentes – incluindo o Brasil – a empresa descobriu uma série de fatores relacionados ao nível de feminismo presente nos homens da Geração Y, mostrando que; embora o mercado ainda carregue muitos valores e mentalidades antigos, o cenário caminha para uma igualdade maior entre homens e mulheres no ambiente empresarial.

Confira, a seguir, alguns dos itens mais importantes revelados por este estudo:

  • 57% dos homens da geração Y aceitam a liderança feminina sem maiores problemas
  • 33% deles preferem ser comandados por homens
  • 68% não tem preferência definida entre homens e mulheres nos cargos de chefia
  • 14% preferem equipes femininas
  • 70% abririam mão da carreira de maneira temporária para se dedicar à família
  • 80% definem como algo normal a divisão de tarefas domésticas entre homens e mulheres
  • 52% afirmam nunca se sentirem ameaçados por mulheres no ambiente empresarial
  • Ainda sobre as mulheres como ameaça no mercado de trabalho: 3% se sentem ameaçados muito constantemente; 5% com frequência; 21% em alguns casos; 14% raramente
  • Qualidades consideradas independentemente do gênero, de acordo com os entrevistados:
    – Confiabilidade (72%)
    – Colaboração (81%)
    – Altruísmo (74%)
    – Capacidade de Inovação (71%)
    Liderança (39%, já que, a maioria crê que homens são mais adequados para comandar)
  • 46% creem que os homens têm ganhado mais traços femininos
  • 43% acreditam que as mulheres têm ganhado mais traços masculinos
  • 40% dos homens acham que limpar é uma função feminina
  • 43% ainda afirmam que dirigir é uma função masculina

Imagem: reprodução

 

Sobre o autor

Equipe Convenia

Deixe um comentário