AFINAL DE CONTAS, O QUE É RH

Por muito tempo a área de recursos humanos foi vista apenas como uma área administrativa e que cuida de processos burocráticos dentro da empresa relacionado a admissão, desligamento, gestão de benefícios, entre outros. Esta é uma visão cada vez mais distante das organizações modernas onde o RH atua de forma significativa para o sucesso da empresa. Mas afinal de contas, o que é RH estratégico? Veja neste artigo os principais itens que tornam um RH moderno, de fato, estratégico para o sucesso da organização.

1. Visão estratégica do negócio

O primeiro passo e o mais importante para um RH ser considerado estratégico é conhecer a visão da empresa a fundo. Saber o modelo de negócio a fundo, quais são as metas e dificuldades das áreas operacionais, entender a cultura da empresa, tudo isso parece básico mas não é. Muitos gestores de recursos humanos não se preocupam com isso e isso afeta diretamente a forma como a área trabalha.

2. Análise de dados

Muitas áreas já foram revolucionadas pela análise de dados. Vendas são controladas por métricas, logística por indicadores que não tem fim, finanças produz as mais avançadas formas de análise. Em gestão de pessoas isso também tem que ser verdade. Os softwares modernos devem ser usados muito além de simples controles. Eles devem produzir informações que seja relevante para as organizações e para a sua estratégia.

3. Agente de transformação

O trabalho do RH estratégico não deve ser apenas reativo, ou seja, tomar alguma atitude apenas quando lhe é solicitado ou quando ocorre algum evento em que precise agir. A gestão de pessoas moderna é ativa em transformar não somente o ambiente mas também as relações de trabalho em algo que motive os colaboradores a trabalharem da melhor forma possível.

Estar atento a estas mudanças pode significar o sucesso da sua organização no médio prazo. Pare e reflita sobre como o seu RH está estruturado e se é, de fato, um fator que contribui para o sucesso da empresa como um todo.

Auto-avaliação Departamento Pessoal

Sobre o autor

Marcelo Furtado

Co-fundador e CEO do Convenia.