A definição do perfil profissional desejado é imprescindível para o recrutamento de novos talentos

Perfil ProfissionalO perfil profissional é a palavra-chave a se analisar na hora de fazer o recrutamento de novos talentos para uma empresa. Com a exceção de posições executivas de maior nível, as ferramentas para a análise de perfis são quase sempre as mesmas, e incluem itens como o anúncio de vagas em canais predeterminados, a verificação de currículos, dinâmicas de grupo e entrevistas individuais. 

Entretanto, não basta conhecer o perfil profissional de um candidato se não for detalhadamente estabelecido pela empresa o tipo de funcionário que se busca, e é nessa hora que entra em cena o trabalho do setor de recursos humanos.

Por meio da avaliação das principais necessidades de diferentes áreas de uma corporação, o rh pode definir os problemas mais frequentes e as capacidades desejadas num colaborador para solucioná-los, o que facilita bastante o processo de traçar o perfil ideal de profissional para uma vaga.

Na grande maioria das vezes, fatores como a cultura e o histórico de uma empresa acabam sendo itens decisivos no tempo de duração de um processo seletivo, no entanto, em todos os casos, empresas procuram analisar com atenção as habilidades dos candidatos em relação a capacidade de bons relacionamentos, estilo comportamental, iniciativa e autoaprendizagem.

Com a grande demanda por profissionais qualificados e a falta de mão-de-obra especializada no mercado de hoje, a contratação de consultorias externas para a realização de processos seletivos é, cada vez mais, uma opção para grandes e pequenas empresas – principalmente no caso das que não tem uma cultura formada nesse tipo de processo ou que necessitam de contratações rápidas e acertadas.

Processos seletivos internos também podem ser considerados entre os mais eficientes para se encontrar o perfil profissional mais adequeado para uma vaga, já que, por meio dessa técnica, é possivel levar a experiência de um colaborador para diferentes áreas da corporação e, ainda, poupar tempo e recursos que seriam investidos na captação e no treinamento de novos funcionários de acordo com as regras e necessidades da empresa.

Imagem: reprodução

Sobre o autor

Marcelo Furtado

Cofundador do Convenia, empresa de tecnologia para a área de recursos humanos de pequenas e médias empresas. É responsável pela criação e execução da estratégia de inbound marketing da empresa que já atraiu mais de 15.000 leads. Formado em Administração de Empresas, com pós-graduação em Engenharia Financeira pela Poli-USP, Marcelo iniciou sua carreira na área de vendas da Pepsico. Logo em seguida iniciou uma trajetória em gestão de Hedge Funds internacionais, tendo trabalhado na Carval Investors e Financial Investimentos. Marcelo também é professor de Inbound Marketing na ESPM.

Deixe um comentário