A capacidade de persuasão por parte da chefia é o que mais influencia nas estruturas de poder do mercado atual

Persuasão

A persuasão e a capacidade de influência de um profissional em um cargo de chefia é, hoje, uma das qualidades mais valiosas que se pode ter. Dentro de um mercado em que as estruturas de poder revelam uma nova dinâmica de trabalho, chefes buscam cada vez mais garantir o comando de suas equipes por meio de fatores diferenciados, tendo em vista que o molde de poucas décadas atrás já não se aplica mais de maneira eficiente.

Embora continue sendo fácil de se identificar os responsáveis pelo comando das empresas de hoje, a habilidade de exercer motivação e influência sobre funcionários e colaboradores (não necessariamente do setor exato em que se atua) acaba se traduzindo em uma ótima oportunidade de crescimento; levando em conta que a capacidade de persuasão de um profissional acaba podendo ampliar seu circuito de contatos e informações.

Como já foi abordado em diversos outros artigos publicados no Blog Convenia, o poder de motivar e inspirar funcionários contribui tanto para um bom trabalho em equipe como para um entendimento mais pleno em relação aos principais problemas dentro de uma corporação. Dito isso, fica claro que quanto maior for a capacidade do profissional em posição de comando de se relacionar bem com colaboradores, subordinados e superiores, maior será o seu poder de convencimento e sua influência sobre a empresa como um todo.

Apresentando-se como um fornecedor de recursos, o profissional pode contar com seu conhecimento como um bem valioso e que se transforma em moeda de troca ao longo do tempo, no sentido de que por meio das informações colhidas no contato geral com os companheiros de trabalho, planos mais bem elaborados podem ser traçados e mais funcionários podem ser beneficiados.

Imagem: reprodução

Sobre o autor

Equipe Convenia

Deixe um comentário