Saiba que fatores levar em consideração para decidir quando mudar de emprego

Quando mudar de emprego

Conforme já foi abordado por diversas vezes no Blog Convenia, a questão de quando mudar de emprego é uma pauta constante na vida de profissionais dos dias de hoje, que se mostram cada vez mais insatisfeitos e desmotivados em relação as funções que exercem no dia-a-dia empresarial.

Temendo abandonar oportunidades muito cedo, a grande maioria dos funcionários que são contratados acaba estabelecendo um período de, pelo menos, um ano para considerar a possibilidade de buscar um novo trabalho. No entanto, nem sempre vale a pena esperar tanto tempo para iniciar a busca de novas oportunidades e, com algumas questões básicas e claras, fica mais simples saber quando mudar de emprego, conforme explicamos neste artigo.

Tendo em mente a premissa de que deixar um novo cargo em poucos meses pode acabar passando uma má imagem profissional, é preciso considerar o desgaste que um funcionário tem nessa função, já que, dedicar-se a um cargo pelo qual não se tem interesse e prazer genuíno – e não faz parte de seus planos a longo prazo – pode ser pura e simples perda de tempo.

É claro que, em casos onde sua função atual pode ser citada como um adendo de experiência para novas oportunidades, a melhor opção pode ser, realmente, aguardar mais algum tempo para tomar sua decisão, evitando uma ação precipitada. Entretanto, no caso de um emprego que não lhe acrescenta nada para a busca de funções que são realmente as que se almeja, a saída prematura pode ser benéfica.

Outro bom motivo para decidir procurar uma nova oportunidade é no caso de suas habilidades não serem requisitadas e utilizadas, de fato, pela empresa em que se atua, ou quando seu “trabalho dos sonhos” o aguarda.

A falta de oportunidades de mostrar “a que veio” em uma companhia traz tanto a insatisfação quanto a diminuição da motivação de qualquer profissional, e colaboradores não devem deixar a chance ideal passar por temerem as consequências de uma saída prematura, já que, oportunidades perfeitas raramente se apresentam e, perder uma delas pode significar não ter outras.

Questões pessoais também podem, em muitos casos, superar a importância de se manter em um cargo, no entanto, antes de abandonar seu emprego atual, é importante saber o que será feito com seu tempo, pois, decisões desse tipo podem causar arrependimento quando não se tem uma estratégia previamente definida.

Imagem: reprodução

Sobre o autor

Equipe Convenia

Deixe um comentário