Saiba como montar um planejamento para incluir a remuneração variável na sua empresa

remuneracao-variavel

A remuneração variável vem ganhando cada vez mais espaço dentro do mercado de trabalho ao longo dos últimos anos, já que empresas e gestores percebem a cada dia uma série de novas vantagens que podem surgir ao aderir a esse tipo de bonificação. Além de abrir as portas para diferentes opções e novas estratégias, esse tipo de remuneração pode ser responsável por grandes mudanças e melhorias dentro de empresas – fazendo com que essa possibilidade comece a ser estudada e cada vez mais procurada.

Capaz de motivar colaboradores dependendo da forma em que for implantada, a remuneração variável deve ser muito bem planejada e contar com objetivos absolutamente claros para que seja eficiente, e ter em mente os aspectos mais importantes para compor uma estratégia que traga os resultados buscados pela empresa é fundamental para obter sucesso.

Consistindo em um tipo de remuneração que não é fixo e varia de acordo com um aspecto determinado pela empresa ou gestor, essa remuneração variável está, na grande maioria das vezes, intimamente ligada ao desempenho do trabalhador e à sua capacidade de entregar resultados; fazendo com que o trabalhador possa receber valores maiores ou menores ao completar um mês de serviço, dependendo dos resultados obtidos durante o exercício de suas funções.

A relação entre desempenho e recompensa é a mais importante dentro do contexto de remuneração variável, já que as entregas, os resultados e as atitudes do empregado serão diretamente responsáveis pelo tamanho do valor que será recebido no futuro.

Além da remuneração por resultados – considerada o tipo mais comum nesse cenário – a participação acionária é outro tipo bastante difundido e eficaz de remuneração variável, fazend com que o colaborador se empenhe ainda mais nas suas atividades para fazer, de fato, parte da empresa como acionista.

Imagem: reprodução

folha de pagamento excel

Sobre o autor

Equipe Convenia