Saiba por que é tão difícil contratar profissionais que têm competências digitais

Tempo de leitura: 7 minutos

Há um tempo, seria impossível imaginar a grande quantidade de atividades que poderiam ser realizadas por um smartphone. Seja para necessidades simples do dia a dia ou para transações mais complexas, já é possível resolver tudo sem sair de casa. Essa mudança exigiu uma nova habilidade das pessoas: as competências digitais.

No mercado de trabalho, as habilidades digitais e tecnológicas fazem toda a diferença para as empresas. Contratar alguém que, além das habilidades convencionais, consegue atuar proativamente junto às tecnologias digitais é um diferencial competitivo. Porém, encontrar esses profissionais não é algo tão simples.

Se você quer entender melhor o que são essas competências e por que elas são tão importantes para as empresas, continue conosco. Neste post, você vai conferir as verdadeiras razões pelas quais é tão difícil contratar profissionais com competências digitais. Confira!

O que são as competências digitais?

São habilidades, como quaisquer outras, que devem ser desenvolvidas por todas as pessoas em contato com tecnologias digitais, essencialmente por aquelas que estão no mercado de trabalho. Elas permitem que as pessoas acompanhem as diversas mudanças ocasionadas pela Era da Tecnologia.

Como o mundo digital é muito presente na vida de todos, em alguns casos, as competências digitais começam a ser desenvolvidas já na infância e adolescência. O papel de treinar essas habilidades, nesse caso, fica a cargo das escolas, que devem ensinar sobre tecnologia e inovação, por exemplo. Quando isso não ocorre, os adultos devem buscar sua própria formação individualmente ou por meio das empresas em que trabalham.

Se você ainda não conseguiu entender do que se tratam as competências digitais, confira as principais delas a seguir.

Gestão de privacidade

É a aptidão para lidar com informações pessoais online de forma discreta e reservada, tornando o fornecimento de dados digitais mais confiável.

Empatia digital

É a capacidade de desenvolver e demonstrar empatia pelas necessidades de outros usuários, que são pessoas com anseios reais.

Identidade digital

É a habilidade de construir uma imagem e identidade digital saudável, que alinhe o posicionamento online de acordo com o offline.

Pegadas digitais

É a prática de gerenciar o histórico digital de forma consciente e responsável.

Gestão de tempo

É a capacidade de distribuir de maneira estratégica o tempo utilizado em atividades digitais para que ele se mantenha eficiente.

Gestão de segurança

É o conhecimento suficiente para proteger os dados disponibilizados em rede, por meio de senhas fortes, para não sofrer ataques e golpes.

Pensamento crítico

É a sagacidade para avaliar e distinguir as informações falsas das verdadeiras, avaliar bons conteúdos e estabelecer contatos benéficos.

Agora que você já entendeu o que são e conheceu algumas das competências digitais, vamos descobrir qual é a sua importância para o mercado.

Qual é a sua importância para o mercado de trabalho?

A tecnologia vem sendo a maior responsável pela quebra de barreiras entre nações e pelo avanço em soluções práticas e interligadas, seja para as empresas ou para a sociedade, em geral. Por isso, o universo digital tem sido pauta entre os governos de vários países, porque propicia o desenvolvimento.

Se as competências digitais são tão importantes na esfera mundial, dá para ter uma ideia da diferença que elas fazem na realidade do mercado de trabalho, não é mesmo? A preparação dos profissionais para lidarem com esse tipo de tecnologia é essencial para garantir a melhoria de processos e a inovação em projetos.

Por essa razão, as empresas devem, sim, fortalecer seus esforços em busca de profissionais que estejam adaptados e preparados para atuar em alinhamento com o mundo digital. Em pouco tempo, essas habilidades serão consideradas básicas para ingressar no ambiente de trabalho, sendo de responsabilidade da empresa apenas aperfeiçoá-las.

Quais são os maiores desafios durante o recrutamento e seleção desses profissionais?

Apesar de toda essa importância, recrutar e selecionar esses profissionais não é exatamente a tarefa mais simples. Pelo contrário, os recrutadores costumam encontrar diversos desafios durante o processo. O conjunto de características que fazem parte das competências digitais envolvem:

  • inclinação para o autodesenvolvimento;
  • empatia;
  • motivação constante para aprender;
  • pensamento crítico;
  • e outros aspectos já mencionados.

Com isso, é possível perceber que as competências digitais não dizem respeito apenas a uma habilidade técnica — ela envolve o perfil comportamental do candidato. É aí que mora a maior dificuldade dos processos seletivos dos novos profissionais. Indo um pouco mais fundo nas causas que levaram a essa carência de profissionais bem preparados está a forma como o próprio sistema de ensino tem abordado a educação ao longo dos anos escolares.

As escolas básicas e superiores têm um foco totalmente voltado para habilidades técnicas, mesmo quando considerados os aprendizados sobre inovação e tecnologia, como citado.

Dessa forma, os profissionais do futuro se formam deficientes de habilidades comportamentais básicas, que auxiliam justamente no entendimento sobre o seu papel na organização, que vai além de um executor de funções e o coloca como um sujeito ativo na construção do sucesso do negócio.

Você deve estar pensando: tudo bem, mas, como isso afeta a empresa?

Profissionais que se preparam para exercer uma única função — sem se preocupar com o que pode trazer melhorias efetivas e expansão de conhecimento — limitam o desenvolvimento do negócio. As competências digitais são essenciais para implementar melhorias em qualquer área de atuação. Por isso, os profissionais que conseguem trabalhar bem com elas representam um diferencial competitivo tão forte.

Como a empresa pode reter esses talentos?

Sejam os talentos com competências digitais básicas ou mesmo avançadas, é preciso pensar em maneiras eficientes de reter esses talentos. Existem alguns conceitos que ajudam a internalizar a relevância dessas habilidades e a desenvolvê-las na organização, tornando mais fácil reter os talentos com tais conhecimentos. Confira!

Engajamento do educador

Utilizar as habilidades de um profissional para disseminar seu conhecimento na empresa é uma ótima forma de valorizar seu diferencial. Assim, a empresa deve fomentar o engajamento desse colaborador, reforçando condições para que ele transmita seu conhecimento, seja com tecnologias digitais na comunicação ou com seu próprio desenvolvimento e atualização constantes.

Recursos digitais

Garantir acesso aos recursos digitais essenciais é algo muito importante para reter talentos com habilidade para utilizá-los. Investir em processos automatizados e plataformas integradas é uma ótima maneira de fazer isso. Para quem trabalha bem com tecnologia, pode ser muito frustrante encarar processos lentos que poderiam ser agilizados com alguns recursos tecnológicos.

Estímulo ao aprendizado

Disponibilizar ferramentas de aprendizado para que cada colaborador estabeleça sua jornada também é uma forma eficiente de reter esses talentos. As competências digitais têm uma relação muito forte com a autonomia para aprender e também com a proatividade para buscar o autodesenvolvimento. Então, cabe à empresa criar condições propícias para que o conhecimento aconteça.

As competências digitais são um diferencial extremamente relevante no mercado. Descobrir a chave para atrair, selecionar e reter os talentos que têm essas habilidades pode ser uma forma de garantir o sucesso da organização. Portanto, é importante se manter atento às oportunidades e criar condições para que esses profissionais se desenvolvam e levem o negócio a novos patamares de inovação e excelência.

Agora que você já descobriu diversas informações sobre competências digitais, que tal expandir ainda mais o seu conhecimento? Assine nossa newsletter e receba os nossos conteúdos por e-mail!

 

Template Avaliação de Candidatos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *