Entenda o papel dos gestores para alinhar a empresa com a cultura organizacional

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Alinhar a empresa com a cultura organizacional desejada é um importante passo para o crescimento. Mas, afinal, você sabe qual é o papel dos gestores nesse processo capaz de extrair melhores resultados e se destacar da concorrência?

Se você teve dificuldade para responder, não tem problema! Nas próximas linhas, você entenderá a importância da cultura organizacional para pequenas e médias empresas (PMEs), bem como o papel dos gestores para a implementação e engajamento das equipes.

Continue lendo e confira como um líder comprometido faz diferença na disseminação da cultura da empresa!

O que é cultura e qual a sua importância para PMEs?

Antes de qualquer coisa, devemos compreender o que é cultura nas organizações. Existem muitas definições, porém, vamos te explicar de uma forma que você termine a leitura e não reste a menor dúvida sobre esse assunto. Veja bem:

A cultura é o conjunto de crenças, hábitos e valores que conduzem as ações diárias em uma empresa, determinando como os funcionários se comportam, o andamento dos processos e, ainda, como os recursos são alocados ao longo do expediente.

Para ficar mais claro, imagine uma empresa com cultura centrada na satisfação dos clientes. Significa que todos da companhia, do alto executivo ao servente, darão prioridade ao público, buscando satisfazê-los em cada ponto de contato e oferecendo a melhor experiência possível antes, durante e após a compra.

Um segundo exemplo seria uma cultura orientada para qualidade, como no caso da montadora Toyota. Nesse modelo, toda a empresa estaria norteada para processos de melhoria contínua — TQM, Seis Sigma, PDCA e assim por diante. O objetivo é identificar erros, eliminá-los e aprender mais a cada dia.

E se engana quem acha que cultura é apenas para grandes corporações. PMEs também devem ter um senso de cultura bem definido e disseminado internamente, pois é fundamental que todos atuem de forma alinhada, com uma prioridade clara e consciência do que importa, independentemente do tamanho do negócio.

Uma cultura bem instaurada torna-se, também, um ímã para talentos que possuem valores similares aos da empresa. Por consequência, será possível atrair e reter pessoas acima da média, otimizando o potencial de resultados da firma.

Qual o papel dos gestores para alinhar a empresa com a cultura desejada?

Que fique claro: a cultura começa a ser delineada ainda nas primeiras reuniões entre os sócios da empresa. Todavia, ela nem sempre obedece aos objetivos que se deseja atingir, sendo necessário “intervir” e desenvolvê-la de forma estratégica.

Nesse ponto, o gestor — ou líder de equipes, como preferir chamar — tem um papel realmente importante. Ele é responsável por disseminar a cultura desejada, engajar os profissionais e otimizar resultados. Veja como isso pode ser feito:

Disseminando valores adequados

Em toda empresa há um conjunto de valores que regem os profissionais, ainda que de forma inconsciente. É importante que o gestor traga esses valores à tona, descrevendo-os para a equipe e disseminando-os pelos quatro cantos da empresa.

Entretanto, não basta falar dos valores: é preciso vivê-los! Há uma grande diferença entre afirmar que o cliente tem sempre a razão e colocar isso em prática. Na atualidade, muitos líderes vivem o dilema do falar-fazer, ou seja, aqueles que falam uma coisa e agem de forma totalmente diferente. Aí está um grande problema!

Logo, também é papel dos gestores serem o exemplo que desejam ver. Eles precisam viver os valores que afirmam que existem na empresa e respeitar seus subordinados e superiores. No final, as crenças de um líder são, igualmente, as crenças da sua equipe.

Reconhecendo e recompensando pelos objetivos certos

O reconhecimento e a recompensa são dois fatores realmente importantes para desenvolver a cultura desejada. Quando um profissional ou uma equipe é premiada por fazer a coisa certa, a tendência é que busque repetir o feito.

Nesse sentido, se o intuito é desenvolver uma cultura orientada para o cliente, o gestor deve estabelecer objetivos claros em termos de satisfação dos consumidores, redução das reclamações, tempo de atendimento, entre outros aspectos. Em seguida, deve reconhecer e recompensar os profissionais pelos objetivos alcançados.

Contratando talentos com base nos valores

Diante da dificuldade para encontrar e contratar talentos, está cada vez mais importante contar com a ajuda de ferramentas digitais — como softwares de recrutamento, seleção ou entrevistas por vídeo.

Hoje, muitos gestores já participam de seleção, avaliando os talentos que se enquadram no perfil da equipe e da organização. Nesse momento, além de observar os conhecimentos e as habilidades, é preciso considerar os valores dos talentos que estão no processo seletivo.

Quando um candidato não possui valores iguais aos da empresa, torna-se muito difícil transmitir a cultura desejada ou mantê-la intacta. Por outro lado, quando o candidato possui valores iguais, essa cultura ganha ainda mais força.

Melhorando a comunicação interna empresarial

Outra atitude importante para alinhar a empresa com a cultura organizacional é buscar uma comunicação adequada. Isso garante que todos os profissionais se mantenham informados sobre o que deve ser feito.

O gestor é um protagonista quando o assunto é comunicação interna, pois é ele quem começa a propagar as informações, garantindo que todos fiquem por dentro do assunto. Assim, é possível manter o alinhamento, reduzir o número de erros e problemas ao longo do expediente de trabalho.

A deficiência nesse quesito representa sérios problemas para a cultura. Afinal, é impossível disseminar os valores adequados, alinhar as equipes ou motivar certos comportamentos se não houver diálogo.

Qual a importância do gestor para melhorar o clima organizacional?

Por fim, é preciso destacar que o gestor também tem um papel-chave na melhoria do clima organizacional. Apesar de clima e cultura serem coisas diferentes, são igualmente importantes e complementares para obter ótimos resultados.

O gestor é o encarregado pelos profissionais que trabalham na empresa, sendo também responsável por suas experiências. Quando essas experiências são más, o clima organizacional torna-se pesado. Por outro lado, quando são boas, o clima torna-se agradável, produtivo e fértil para bons resultados.

Agora que você entende qual é o papel dos gestores para alinhar a empresa com a cultura organizacional desejada e sabe o que pode ser feito para isso acontecer, leia nosso artigo “Estilos de liderança: entenda tudo sobre o perfil de cada líder” e continue aprimorando seus conhecimentos!

 

Clima Organizacional: Como melhorar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *