Como evitar gafes no trabalho em outros países

Tempo de leitura: 2 minutos

Saiba que tipo de atitude comum para os brasileiros pode representar uma gafe no trabalho em outros países

 

Conforme os brasileiros já têm conhecimento (mesmo que pouco), a cultura que molda o estilo de vida das pessoas de outros países pode ter uma série de fatores bem distintos dos nossos costumes – fazendo com que as gafes no trabalho possam ser constantes na vida de quem acaba de chegar numa empresa de um novo país.

O que é considerado completamente ‘normal’ para os nossos padrões, pode ser um desrespeito tremendo, dependendo do país em que você estiver; e é preciso estar atento para evitar conflitos desnecessários. Pensando nisso, montamos um pequeno guia para evitar gafes no trabalho em alguns dos mais visitados e procurados países de todo o mundo. Confira-o, a seguir, e entenda como seguir certas regras pode aumentar as suas chances em terras desconhecidas:

  • Austrália
    – Pontualidade é algo fundamental para os australianos, e não cumprir horários combinado é considerado um desrespeito
    – Quando o programa envolve um bar, é essencial que se pague uma rodada de bebidas para os amigos
  • China
    – Após uma reunião com um grupo de chineses, você jamais deve deixar a sala antes deles; já que a prioridade deve ser dos nativos
    – Um aperto de mão é o suficiente para cumprimentar um chinês – e abraços e beijinhos devem ser esquecidos
  • Alemanha
    – Piadas ou gracinhas em reuniões de negócio são extremamente malvistas pelos alemães
    – As pessoas mais velhas tem a prioridade em reuniões, e você jamais deve entrar antes deles ou das mulheres na sala do encontro
  • França
    – Se você não fala francês, o ideal é aprender como dizer isso em uma única frase no idioma. O povo nativo considera uma falta de respeito quem não se desculpa por não saber a língua ou não faz esforços para isso
  • Índia
    – Tirar os sapatos antes de entrar na casa de alguém é essencial
  • Japão
    – Ao contrário do que ocorre na China, no Japão é considerado uma falta de respeito deixar comida sobrar no prato. Isso é um indicativo que a comida não estava boa.
    – Se servir sozinho ao pegar bebida também não é bem visto, e o ideal é aguardar até que alguém lhe sirva
  • Nova Zelândia
    – Assim como na Austrália, a pontualidade é fundamental nas reuniões marcadas pelo povo neozelandês
    – É muito malvisto falar sobre negócios em jantares; que são vistos como momentos de confraternização
  • Reino Unido
    – Fazer um brinde sem ser a pessoa mais velha da mesa não é bem visto
    – Enquanto, no Brasil, pode ser um desrespeito que uma pessoa não olhe nos seus olhos enquanto fala; no Reino Unido, esse tipo de contato visual é considerado invasivo
  • Estados Unidos
    – Evitar falar de negócios durante refeições não agrada os americanos
    – Dar presentes ou brindes caros demais para parceiros de negócios também é malvisto.

Imagens: reprodução

Clima Organizacional: Como melhorar

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.