One-on-ones: entenda o que são e boas práticas para esse momento!

Aproximar lideranças de liderados deve ser uma das prioridades das empresas. Por meio dessa estratégia, há a possibilidade de identificar quais são os desafios enfrentados pelos colaboradores, oferecer feedbacks em relação ao trabalho executado, além de efetuar alterações de rota nos projetos em andamento. Devido à rotina corrida de uma organização, a prática de one-on-one se torna essencial para alcançar os pontos mencionados.

Neste artigo, a gente explica do que se trata esses encontros, quais os diferenciais de adotar em seu negócio, além de dicas para uma reunião eficaz. Confira!

O que são as one-on-ones e por que são importantes?

One-on-one é uma ferramenta de gestão de pessoas, na qual lideranças e liderados têm a oportunidade de discutir sobre os mais variados temas e alinhar expectativas em relação às demandas. No livro The Hard Thing About Hard Things, o fundador da Netscape, Ben Horowitz, destaca que “Na ausência de uma arquitetura de comunicação bem projetada, informações e ideias irão estagnar e sua empresa irá se degenerar e se transformar em um lugar ruim para trabalhar [se não houver 1:1s]”.

Dessa forma, o autor afirma que um dos principais diferenciais de adotar as one-on-ones como hábito frequente da organização está em estabelecer um fluxo de informações mais preciso de baixo para cima, o que permite à gestão tomar decisões proativas em vez de reativas.

Entenda: se as pessoas de um time estão insatisfeitas com a sobrecarga de trabalho, a supervisão pode trazer soluções (como novas contratações, melhor divisão das atividades ou priorização) antes que alguma pessoa peça desligamento por esse fator. Consequentemente, teremos colaboradores mais satisfeitos, além de menores taxas de turnover e absenteísmo.

Quais os impactos das one-on-one para profissionais?

Deve-se destacar, ainda, que as one-on-one trazem benefícios não apenas para a empresa, como também para os profissionais. Primeiro, devemos levar em consideração que as pessoas se sentem pouco ouvidas no espaço de trabalho. Não há oportunidades para que elas possam trazer suas percepções em relação às políticas, práticas e processos, o que acaba desencadeando em uma maior insatisfação.

No livro First, Break All The Rules, elaborado pela Gallup, uma das principais empresas de referência quando o assunto é engajamento, os autores trazem alguns diferenciais que as reuniões periódicas trazem para o time.

Sensação de que ela é ouvida no âmbito pessoal

Quando abordamos sobre one-on-ones, devemos destacar que as pautas não se limitam apenas ao campo profissional. As pessoas podem trazer tópicos pessoais que de alguma forma impactam a rotina de trabalho.

Exemplo: a pandemia global da Covid-19 afetou as pessoas de diferentes formas. Se um colaborador passou recentemente por um quadro em sua família, naturalmente as suas atividades serão afetadas e poderá ocasionar em queda de produtividade.

Dessa forma, as one-on-one permitem que as lideranças estejam alinhadas com esses contextos, o que possibilita uma gestão mais humanizada.

Desenvolvimento de carreira

Além disso, um tópico importante a ser ressaltado durante esses encontros está relacionado ao desenvolvimento de carreira. Quais são os objetivos do colaborador a longo prazo? Eles estão alinhados com os da empresa? Como as lideranças podem auxiliar para alcançar esses objetivos?

Nesse sentido, a gestão pode auxiliar o seu time a formular um plano de desenvolvimento individual mais efetivo (mas lembre-se: os objetivos principais desse plano devem ser sempre do colaborador, uma vez que se trata de pautas importantes para o seu crescimento enquanto profissional).

Outros ganhos

Além desses pontos destacados, as one-on-one trazem como benefícios para ambas as partes:

  • a sensação de que o colaborador é ouvido no espaço profissional;
  • melhor engajamento do time a partir dos feedbacks recebidos durante esses encontros;
  • maior confiança na relação existente entre lideranças e liderados.

Existe uma frequência certa para realizar one-on-ones?

Não há uma frequência que seja considerada padrão. Porém, sabemos que elas devem ocorrer com periodicidade nas equipes. Há times que realizam semanalmente, outros quinzenalmente. De acordo com a senioridade do colaborador, elas podem ser mensais e mais focadas em desenvolvimento de carreira.

Existem boas práticas que devem ser sempre consideradas. A primeira delas é a de evitar, ao máximo, desmarcar uma one-on-one. Porém, sabemos que há imprevistos. Se eles ocorrerem, sugerimos que já indique uma nova data, no ato do cancelamento. Também recomendamos que a one-on-one só seja encerrada se for acordada uma data para a próxima ainda durante a reunião.

Como aproveitar as reuniões ao máximo?

Essa prática deve ser vista como um momento do liderado. A liderança pode trazer pautas importantes a serem discutidas, desde que não tomem grande parte do tempo desse encontro.

Nesse sentido, as pessoas devem ser estimuladas a chegarem nas reuniões já com os tópicos mais importantes para a discussão. Para aproveitar ao máximo o momento, também há conduções diferentes de acordo com a experiência das pessoas:

  • colaboradores menos experientes — o encontro será uma forma de a gestão acompanhar as atividades mais de perto, entender os desafios enfrentados, propor soluções, indicar as próximas tarefas, entre outras ações;
  • colaboradores mais experientes — aqui, é indicado que se gaste menos tempo com assuntos relacionados à planejamento e foque em ambições profissionais e de carreira.

Como ajudar o liderado a se abrir?

A seguir, trazemos algumas dicas que contribuem para que liderados possam se abrir durante esses encontros, como:

  • nunca quebre o ciclo de confiança com o colaborador — mantenha em sigilo tudo o que foi discutido durante esse momento;
  • adote uma postura que não imponha julgamentos;
  • lideranças devem se utilizar como exemplo e demonstrar vulnerabilidade para estimular a confiança das pessoas.

Sobre a Qulture.Rocks

A Qulture.Rocks é uma ferramenta de gestão de desempenho que contribui para que as empresas possam destravar o potencial humano de seus times. No módulo de one-on-one, você conta com a possibilidade de adicionar pautas, salvar anotações e adicionar tarefas a serem feitas, contribuindo para que lideranças e reportes possam se preparar previamente e sair daquele momento com clareza sobre os próximos passos.

Além disso, ao final de cada one-on-one, o liderado recebe uma pesquisa em que avalia anonimamente como foi a reunião e, opcionalmente, pode adicionar tags e escrever comentários para apontar os pontos positivos e negativos da conversa. Dessa forma, os líderes ganham clareza e direcionamento sobre o que estão mandando bem e no que podem melhorar.

New call-to-action

Convidados do Convenia

Este conteúdo foi escrito por um dos nossos parceiros. O Convenia abre espaço para autores convidados escreverem e publicarem artigos no nosso blog. Os nossos convidados são grandes profissionais e autoridades em assuntos relacionados à gestão, tecnologia, recursos humanos, departamento pessoal e controle de ponto.

Contribua com este post