Quais as dinâmicas mais usadas em entrevistas?

Quais as dinâmicas mais usadas em entrevistas?

Quais as dinâmicas mais usadas em entrevistas?

Embora cada empresa tenha suas próprias práticas de contratação, existem denominadores comuns em muitos processos seletivos. Saber quais são as dinâmicas mais usadas em entrevistas é importante para quem deseja chegar bem preparado, pois dessa forma é possível antecipar algumas das exigências desse cada uma e dar o retorno correto aos entrevistadores.

Você pode baixar gratuitamente a nossa planilha com Matriz de Avaliação de Candidatos

Para te ajudar a ficar um pouco mais bem preparado para a sua próxima entrevista, preparamos uma lista com algumas das dinâmicas mais usadas em entrevistas. Acompanhe:

1. Apresentação individual. Com o objetivo de conhecer o candidato e analisar sua capacidade de organizar ideias, sua fluência verbal e o seu nível de criatividade, esse tipo de dinâmica pede que o candidato exponha, de forma resumida, informações importantes e relevantes sobre sua vida pessoal e profissional. A criatividade pode somar muitos pontos nesse tipo de seleção, seja ela feita de maneira oral ou escrita.

2. Atividade individual. Aqui, a organização de ideias, a criatividade e a objetividade (além da fluência verbal) também são os pontos de foco do entrevistador, que irá analisar a desenvoltura do candidato para elaborar um plano ou script de vendas para um determinado produto ou serviço – mesmo que a função do candidato não seja, necessariamente, na área comercial.

3. Simulação de vendas. Extremamente comum entre os que atuam no ramo comercial, a simulação de vendas consiste em uma espécie de encenação na qual o candidato tenta vender ao seu entrevistador o produto que deverá divulgar caso seja contratado. É fundamental que o candidato esteja bem treinado em relação às vantagens e benefícios do produto, caso esse tipo de vaga seja o seu objetivo.

4. Trabalho em equipe. A capacidade de adaptação e de atuar e pensar em equipe é o principal ponto de análise para o entrevistador, que deverá propor a realização de atividades em grupo. Saber ouvir as sugestões dos demais participantes e de que forma incorporá-las ao plano conjunto e às suas ideias é o que pode aumentar as chances de sucesso de um candidato nesse tipo de situação.

New call-to-action

 

Marcelo Furtado

Marcelo Furtado é administrador de empresas com pós-graduação em engenharia financeira pela Poli-USP. Iniciou sua carreira na Pepsico e posteriormente trabalhou 8 anos com gestão de ativos em hedge funds. É cofundador da Convenia, primeiro software na nuvem de gestão de departamento pessoal voltado para pequenas e médias empresas no Brasil. Marcelo também atua como professor de Marketing Digital na ESPM-SP e mentor na ACE e Google Campus.