Para causar uma boa impressão os candidatos devem ter um marketing pessoal bem planejado e ser autênticos

Marketing pessoalO marketing pessoal é um fator decisivo no ambiente empresarial dos dias de hoje, onde o esforço colocado em causar uma boa primeira impressão pode tanto trazer benefícios como a ruína. Em busca de autenticidade, o trabalhador que atua no setor de recursos humanos já reconhece de cara algumas das “manhas” mais comuns em candidatos que se vendem na embalagem perfeita, fato que exige um preparo maior e mais focado na realidade de quem procura novas oportunidades.

De acordo com o autor e consultor Dorie Clark, é muito pouco provável que uma pessoa evolua no mercado de trabalho fingindo ser algo que não é, e a chave do sucesso está em descobrir o que de fato se é e se faz bem para, desta forma, projetar-se da melhor maneira por meio do marketing pessoal e ter a possibilidade de viver de acordo com o que se deseja realmente.

Estar ciente de seus próprios valores e manter a integridade é o primeiro passo para passar uma imagem de autenticidade no ambiente empresarial, assim como ter cuidado e dedicar tempo a si mesmo.

O enriquecimento mental, corporal e de vida que uma pessoa pode adquirir ao executar atividades que lhe interessam e lhe trazem prazer acaba contando muitos pontos na hora de se apresentar, já que uma das consequências de dar valor ao que lhe acrescenta é ganhar mais noção e confiança em relação a si.

Ter senso de humor e não evitar a exposição de seus defeitos também podem ajudar, por incrível que pareça, já que projetar-se numa embalagem perfeita demais é sinônimo de fingimento e falta de espontaneidade.

Por fim, um item obrigatório para quem deseja ter um bom marketing pessoal é saber o que se deseja, podendo evitar a perda de tempo com a entrada em caminhos que não lhe levam a um destino agradável e tornando-se um candidato promissor para quem busca alguém original e autêntico dentro do seu perfil.

Imagem: reprodução

Sobre o autor

Equipe Convenia

Deixe um comentário