A razão pela qual você deve adotar uma plataforma para Gestão de Recursos Humanos não é apenas levar mais eficiência ao seu dia-a-dia e manter as informações de seus funcionários organizadas. Vai além disso. Quanto antes sua empresa começar a construir um histórico completo de informações ligadas a seus colaboradores, melhor. Seja você gestor de RH, analista ou o dono da empresa, ações estratégicas como analisar tendências de contratações, simular custos e cruzar dados tem o poder de amplificar suas funções e sua contribuição para a organização.

E sua empresa não é muito pequena para isso. O fluxo de informações que você pode analisar depende (obviamente) do tamanho da companhia, mas também do setor, da rotatividade, da distribuição geográfica, do perfil de profissionais e de muito mais.

Existem empresas de 50, 80, e até mesmo 100 funcionários com taxas de rotatividade anual atingindo 90%! Se você analisar com um nível maior de profundidade os dados e testar hipóteses de retenção, pode conseguir minimizar o percentual de 90% para 50%. Pois é, o reflexo financeiro é enorme.

O mundo atual é ambiente superpopulado de dados espelhados. Gerir um negócio sem compreender as tendências que o afetam pode ser perigoso e pouco inteligente (você andaria de bicicleta com os olhos fechados?).

O RH puramente operacional ficou para trás, e é pouco relevante dentro de uma empresa.

 

O novo profissional de RH trabalha lado a lado da gestão da empresa. Softwares na nuvem que centralizam a gestão do seu RH, como o Convenia, permitem com que a empresa mantenha um histórico rico em dados para calcular e acompanhar indicadores importantes. E, a partir, daí melhorá-los.

Seguem alguns exemplos abaixo de indicadores que você deveria acompanhar em sua empresa e que podem te proporcionar alguns insights importantes:

– Taxa de turnover mensal

– Custo total / funcionário

– Variação mensal folha de pagamento

– Absenteísmo

– Gastos com rescisão

– Horas Extras

– Saldo de férias médio por funcionário

Você já ouviu aquele ditado que diz “Não se pode melhorar o que não se mede”?

Convenia - Gestão de RH incrivelmente simples

Sobre o autor

Equipe Convenia