Turnover: o que é e como reduzir nas empresas?

Turnover: o que é e como reduzir nas empresas?

Segundo um artigo do site da Forbes, 87% dos líderes que foram ouvidos em uma pesquisa disseram que a retenção de colaboradores é um ponto crítico na estratégia da liderança. Porém, no atual mundo corporativo, diminuir o turnover é uma necessidade importante para as empresas. Afinal, manter os profissionais talentosos na equipe interna é a receita para o sucesso do negócio.

Neste artigo, explicaremos o que é turnover. Mostraremos também como calculá-lo e as principais maneiras de reduzir esse índice. Acompanhe os próximos tópicos!

O que é Turnover?

Turnover é um índice que exprime o volume de admissões e desligamentos de uma empresa, ou seja, a rotatividade de colaboradores.

Ele expressa o quanto o quadro de funcionários de uma organização mudou em um período de tempo, tanto em virtude de pessoas novas que entraram como em função de funcionários antigos que saíram. 

O turnover, também conhecido como rotatividade de pessoal, é uma das maiores preocupações das empresas, sejam elas de pequeno, médio ou grande porte. E não é pra menos: ele onera as empresas em tempo e dinheiro.

Cálculo do Turnover

A fórmula mais comum de calcular o turnover, conhecida por turnover clássico,  é:

[(número de admissões + número de desligamentos)/2] / número total de funcionários

Você pode conferir um material completo sobre esse cálculo aqui: Como calcular o turnover?

Os números de admissões e de desligamentos dependem do período considerado: pode ser um mês, um bimestre, um semestre, um ano e por aí vai.

Existem, entretanto, outras formas de calcular a rotatividade de pessoal, dependendo do que se pretende extrair do índice. Você pode, por exemplo, calcular o turnover baseado somente no número de desligamentos voluntários, caso esteja buscando averiguar o nível de satisfação dos funcionários com a organização; ou no número de desligamentos involuntários, para medir a eficácia do RH e dos gestores em selecionar os candidatos certos em processos de recrutamento e seleção.

6 dicas para diminuir o turnover na sua empresa

De acordo com uma pesquisa realizada pela Deloitte e publicada em um artigo do site da empresa Robert Half, 2 de cada 3 funcionários da geração Y desejavam mudar de emprego nos anos que seguiram a publicação da pesquisa.

É verdade que os novos profissionais demonstram mais vontade de trocar de empresa do que os mais antigos. Porém, com o uso de algumas estratégias, é possível reter até mesmo os colaboradores jovens da organização. Como conseguir isso? Veja as dicas que damos a seguir.

1.Aposte em um bom programa de recrutamento e seleção

Quando a empresa tem um programa eficiente de recrutamento e seleção fica mais fácil encontrar profissionais compatíveis com a cultura interna. Tudo começa com a inserção da estratégia de employer branding na divulgação das vagas.

Dessa forma, os candidatos conhecem o perfil de profissionais que a organização deseja. Além disso, a utilização de testes comportamentais durante as fases do processo seletivo será essencial para a escolha do melhor talento profissional.

2.Incentive uma cultura de feedbacks

Quando a empresa tem uma boa política de feedback, os colaboradores sentem mais confiança e motivação no trabalho que realizam. A razão disso é que os profissionais percebem que são reconhecidos e que a organização está interessada no crescimento pessoal e profissional deles.

3.Treinamento e desenvolvimento

Investir em um programa de treinamento e desenvolvimento otimiza as competências e habilidades dos profissionais. O resultado será um time eficiente que entrega serviços inovadores e de qualidade. Além disso, essa aprendizagem contínua eleva o engajamento dos profissionais com a empresa

4.Ofereça um bom programa de benefícios

Muitos profissionais preferem uma boa cesta de benefícios em vez de salários mais elevados. Sendo assim, a empresa pode investir em benefícios personalizados que atendam às necessidades e desejos específicos dos colaboradores. Dessa forma, fica mais fácil reter os talentos internos.

5.Monte um plano de carreira

O plano de carreira direciona a trajetória profissional dos colaboradores. Além disso, o time entende o que precisa fazer para receber promoções e quais são os degraus para subir até a liderança. Essa clareza no plano de carreira faz com que os profissionais queiram permanecer na empresa.

6.Motivação constante 

Um ambiente interno agradável é composto por uma boa comunicação e um bom relacionamento entre colaboradores e gestores. Para que exista esse clima, a empresa precisa derrubar as barreiras hierárquicas. O resultado será um time mais motivado a trabalhar internamente.

Podemos dizer que as organizações mais bem sucedidas são aquelas que fazem os colaboradores as amarem e desejarem construir uma carreira vitalícia dentro delas. Com as dicas que demos neste artigo, sua empresa conseguirá isso também.

O que achou do nosso artigo? Entendeu o que é e como diminuir o turnover na sua empresa? Agora, aprenda como calcular o turnover. É só baixar gratuitamente a nossa Planilha de cálculo de turnover!

New call-to-action

Marcelo Furtado

Marcelo Furtado é administrador de empresas com pós-graduação em engenharia financeira pela Poli-USP. Iniciou sua carreira na Pepsico e posteriormente trabalhou 8 anos com gestão de ativos em hedge funds. É cofundador da Convenia, primeiro software na nuvem de gestão de departamento pessoal voltado para pequenas e médias empresas no Brasil. Marcelo também atua como professor de Marketing Digital na ESPM-SP e mentor na ACE e Google Campus.