Descubra como implementar employer branding na sua empresa!

Descubra como implementar employer branding na sua empresa!

Descubra como implementar employer branding na sua empresa!

Poucos fatores são tão importantes para o sucesso do negócio quanto o engajamento dos colaboradores na rotina de trabalho diária. Afinal de contas, um time satisfeito, empenhado e alinhado com os valores da empresa faz toda a diferença para a entrega de resultados. É aí que entra em cena um conceito-chave para a gestão de talentos: o employer branding. Para ajudar a desenvolver um RH estratégico, beneficiar a equipe e a marca da empresa como um todo, abordamos nesse artigo o papel do employer branding e elaboramos um passo a passo para sua implementação no negócio. Confira!

O que é Employer branding?

A expressão em inglês (que pode ser entendida como “imagem positiva do empregador”) define uma estratégia que visa aperfeiçoar e melhorar os processos de atração e retenção de talentos, fortalecendo os princípios corporativos e criando verdadeiros defensores da organização. Sendo assim, quando a employer branding é bem executada, tanto os colaboradores quanto os profissionais externos veem a organização como um ótimo lugar para se trabalhar. Melhor ainda: desejam fazer carreira na empresa. Toda essa atenção e visibilidade gerada faz com que o processo seletivo da empresa seja disputadíssimo, facilitando a criação de times de alto rendimento. Além disso, a organização também chama a atenção de novos investidores, parceiros de negócios e até clientes.

Por que o investimento em employer branding é tão valioso?

Diante de um mercado de trabalho cada vez mais competitivo e o perfil inquieto das novas gerações (que tendem a não se fixar em uma empresa ou carreira se não houver satisfação), pensar maneiras eficazes de criar um ambiente de trabalho atrativo é fundamental. Todo gestor sabe o quanto é valioso não apenas atrair talentos sintonizados com a missão do negócio, mas também reter profissionais de alto desempenho, que se alinham com sua cultura. Muito mais do que apenas funcionários, esses colaboradores se sentem valorizados e se tornam grandes defensores da imagem positiva da empresa no mercado. Ao trabalhar o employer branding, as organizações constroem uma percepção atraente e sólida do que significa pertencer ao seu quadro de colaboradores e contribuir para seu propósito profissional. A partir dessa ideia, o time enxerga oportunidades internas de autodesenvolvimento, realização e espaço para explorar seu potencial. Isso se reflete em mais produtividade, mais resultados e um ambiente agradável de trabalho para todos. Vale lembrar, ainda, que mais do que maximizar a satisfação da equipe (aumentando a habilidade de atrair e reter talentos de alto nível), a aplicação correta de ações de employer branding também contribui para relações mais favoráveis com fornecedores e empresas concorrentes. Dessa forma, é possível transformar o negócio em uma verdadeira referência de qualidade em seu segmento.

Como implementar employer branding na sua empresa em 6 passos?

Antes de tudo, é importante destacar: a implementação de técnicas eficazes de employer branding é uma empreitada de longo prazo. Exige consistência e consciência dos princípios da empresa por parte da gestão. Para elaborar ações que ampliem a satisfação do time e consolidar uma percepção positiva do negócio sob o viés do mercado de trabalho é preciso lançar mão de planejamento e coerência com os valores que sustentam a empresa. Em outras palavras, trata-se também de um projeto para fortalecer a identidade da organização. A seguir, tome nota de 6 passos para implementar o processo de forma bem-sucedida na sua empresa!

1. Identifique e conheça a fundo os valores do negócio

Como já mencionamos, essa primeira etapa é primordial. Transmitir e consolidar uma cultura atraente da empresa (para os colaboradores e para o mercado) exige um conhecimento profundo dos princípios que norteiam sua atuação. Vale lembrar que a cultura organizacional é o conjunto de valores, crenças e hábitos internos que orientam o comportamento dos profissionais no ambiente de trabalho. É fundamental que esse direcionamento seja fortalecido nas atividades e eventos cotidianos, além de atuar como bússola para processos seletivos mais certeiros.

2. Elabore um planejamento detalhado das ações

Quais são os objetivos específicos do negócio com as ações de employer branding? Quais serão as estratégias práticas para alcançá-los? Nessa etapa, defina o que a empresa pretende conquistar com o projeto (o que pode incluir repensar a cultura, atrair melhores candidatos para determinadas vagas-chave, diminuir a rotatividade de funcionários, entre outras) e as táticas para concretizar esses planos. Aqui, é importante definir um cronograma para as ações, discriminar os recursos disponíveis do RH para o projeto, definir os profissionais envolvidos (o que inclui preparar as lideranças acerca do seu papel no processo) e estabelecer indicadores viáveis para mensurar a eficiência das estratégias.

3. Faça um diagnóstico do ambiente de trabalho atual

Para buscar a mudança, é necessário que o RH esteja consciente sobre a percepção atual dos funcionários sobre a empresa e sua satisfação com o trabalho em geral. A melhor estratégia, nesse sentido, é ir direto à fonte e ouvir o que a equipe tem a dizer. Nessa etapa, é importante considerar o posicionamento de diferentes perfis de funcionários (dos mais críticos àqueles com mais tempo de casa), avaliando o feedback sobre questões como:

  • fatores relacionados ao investimento financeiro, incluindo benefícios oferecidos (vale-refeição, assistência médica, seguro, capacitações) e remuneração;
  • fatores relacionados à cultura da empresa, como percepções sobre as lideranças, a ética no trabalho, flexibilidade, possibilidades de crescimento e aprendizado, entre outros.

4. Defina os grupos de colaboradores que precisam ser priorizados

O ideal é que as ações de employer branding envolvam todos os profissionais da empresa, promovendo estratégias de impacto generalizadas. No entanto, tendo em vista a limitação dos recursos e a velocidade desejada para alcançar resultados, é importante definir quais são os grupos prioritários no processo. Para tal, tenha foco nos colaboradores que são mais estratégicos para o sucesso da ação, agilizando a implementação do projeto. Na maioria das vezes, os gestores e lideranças incluem essa seleção, tendo em vista que o engajamento deles é essencial para melhorar a reputação do negócio.

5. Aperfeiçoe a comunicação interna

Não há como pensar em uma cultura de trabalho positiva e atraente para os funcionários se não existe um canal de comunicação facilitado e transparente na empresa. Sem uma interação clara e amigável, a gestão não tem sucesso em reforçar a valorização do seu próprio time e promover uma troca de ideias efetiva para implantar melhorias. Nesse cenário, algumas estratégias eficazes são:

  • estabelecer uma cultura de feedback para incentivar o contato entre os gestores, o RH e a equipe (fazendo com que os colaboradores percebam que de fato têm voz no negócio);
  • comunicar os valores e as boas práticas da empresa no dia a dia (via blog interno institucional, mural e/ou treinamentos);
  • elaborar um guia de recrutamento que definirá as diretrizes para alinhar as lideranças e o RH na atração de novos talentos.

6. Agregue valor para os funcionários

Encarar os colaboradores como clientes internos, que precisam se manter motivados, satisfeitos e realizados no dia a dia de trabalho, é a chave para ações eficientes de employer branding. É preciso considerar, ainda, o perfil de talentos que a empresa pretende atrair nas suas estratégias de seleção. O valor agregado para esse público, nesse contexto, deve ser a principal bússola do time de RH nas suas ações. Algumas diretrizes alinhadas com as tendências atuais do mercado de trabalho incluem:

  • eventos de integração e compartilhamento de conhecimentos entre os funcionários;
  • horários flexíveis;
  • dress code mais livre ou flexível;
  • ambiente de trabalho que pregue o respeito à diversidade e à identidade de cada funcionário;
  • valorização à liberdade criativa;
  • criação de um plano de carreira que indique perspectiva de crescimento;
  • investimento na capacitação multidisciplinar dos colaboradores, para além dos limites das suas funções corporativas;
  • gestão horizontal. 

4 iniciativas para você se inspirar

Muitos gestores desejam implantar a employer branding na empresa, mas não sabem como fazer isso. Para estimular ainda mais esse desejo e mostrar maneiras inteligentes de construir essa estratégia, a seguir, elencamos alguns exemplos de marcas com uma excelente employer branding.

1.Netflix

A Netflix é conhecida pelos seus eficientes serviços de streaming que tem uma variedade enorme de filmes, seriados, documentários e por aí vai. Porém, essa marca encanta não só o público como também os profissionais do mundo corporativo. Como faz isso? Por meio da simplicidade e honestidade. Essas características são percebidas na página de carreiras da empresa. Assim que é acessada, o profissional se depara com uma seção exclusiva que fala sobre a cultura da Netflix. Diferente do que muitos imaginam, a cultura não é explicada por meio de vídeos e imagens, mas simples palavras que mostram:

  • O que é um time dos sonhos para a marca;
  • Política de remuneração;
  • Depoimento do CEO sobre como é trabalhar na empresa.

Essa mesma leveza é sentida nos princípios que regem a Netflix e no seu ambiente interno.

2.Eventbrite

A Eventbrite é a empresa detentora de uma plataforma mundial que permite a criação, o compartilhamento e a participação em eventos. O que torna a employer branding da Eventbrite espetacular é a cultura da escuta dos funcionários e o apelo inovador da marca. Recentemente, a empresa fez uma pesquisa com os seus britelings (como são chamados os colaboradores) que expressaram o desejo de mais autonomia e flexibilidade no trabalho. A resposta da Eventbrite foi rápida. Após o fim da pandemia do Covid-19, os britelings poderão optar pelo trabalho híbrido (home office e in office) ou integralmente remoto. Como não querer trabalhar em um lugar assim, concorda?

3.Google

Falar da Google parece chover no molhado. Afinal, a fama de marca empregadora dela está espalhada nos quatro cantos da terra – se houver mais, lá também já ouviram falar. A razão disso é o posicionamento inovador da empresa que vai além das ferramentas digitais que desenvolve. O foco da Google é a criação de um ambiente emocionalmente seguro para os colaboradores. Isso é visto no projeto dos escritórios, nos benefícios corporativos, na flexibilidade do modelo e dos horários de trabalho, bem como no incrível plano interno de carreira.

4.SAP

A SAP ganhou o cobiçado prêmio “Employer Brand Management Awards – 2019” na categoria “melhor alinhamento da proposta de valor do empregado com os valores da marca”. Além deste, ganhou prêmios em outras cinco categorias. Mesmo antes de ocupar o primeiro lugar nessa célebre premiação, a SAP já era amada pelos profissionais. Um dos motivos está expresso em um sentimento evocado pela cultura interna que poderia ser traduzido: traga tudo o que você representa. Dessa forma, os colaboradores se sentem respeitados e parte do sucesso do negócio. Por fim, vale ressaltar o poder do employer branding para angariar e manter os melhores talentos na organização. A ação é capaz de criar um valioso diferencial competitivo para a marca do negócio no mercado. O que achou do nosso artigo? Entendeu como implementar a employer branding na sua empresa? Então baixe agora mesmo nosso Manual – Employer branding: Diversidade e inclusão como pilar estratégico!

New call-to-action

Marcelo Furtado

Marcelo Furtado é administrador de empresas com pós-graduação em engenharia financeira pela Poli-USP. Iniciou sua carreira na Pepsico e posteriormente trabalhou 8 anos com gestão de ativos em hedge funds. É cofundador da Convenia, primeiro software na nuvem de gestão de departamento pessoal voltado para pequenas e médias empresas no Brasil. Marcelo também atua como professor de Marketing Digital na ESPM-SP e mentor na ACE e Google Campus.

Contribua com este post