Cultura de feedback: entenda o que é e a importância para a sua empresa

Tempo de leitura: 9 minutos

Quer implementar a cultura de feedback na sua empresa, mas não sabe como? Comece a realizar a avaliação de desempenho de forma regular, baixe a planilha GRATUITA aqui e, continue lendo o artigo para ver como ela pode te ajudar nesse processo!

 

As atividades organizacionais estão cada vez mais exigentes, especialmente diante de um mercado altamente competitivo. Nesse cenário, manter a motivação dos colaboradores é fundamental para atingir bons resultados.

Mas, afinal, como estimular os colaboradores a corrigirem pequenos desvios em suas funções? Isso porque é muito natural que erros aconteçam durante um dia inteiro de trabalho.

Para resolver essa questão, muitos gestores adotam uma cultura de feedback na empresa como prática fundamental para gerenciar uma equipe.

Conversar com alguém sobre o seu desempenho, dando retorno sobre o trabalho que está sendo feito pode gerar bons resultados. Assim, essa ação é muito comum dentro das corporações, pois os colaboradores se sentem mais seguros quando avaliados.

Ademais, o feedback na empresa também pode servir como base para a reestruturação das equipes.

Quer entender melhor como funciona esse exercício no gerenciamento dos seus negócios? Então, continue a leitura e descubra as vantagens que podem ser agregadas aos profissionais e à sua empresa.

O que é a cultura de feedback na empresa?

É o exercício de dar um retorno para seus funcionários. Apontar como o trabalho foi positivo e qual parte precisa melhorar. É uma maneira de criar um ambiente aberto ao diálogo, de forma saudável. E essa prática não deve ser feita apenas para cumprir agenda. Deve ser elaborada com transparência, com críticas construtivas.

O feedback na empresa é fundamental para orientar e esclarecer a posição de um funcionário em suas atividades. Esse comportamento ajuda o colaborador a entender como está seu trabalho em relação ao que é esperado. Contribui também para que cada um compreenda que sua função afeta as demais pessoas e o trabalho como um todo.

Quando o feedback é contínuo, ou seja, feito em um intervalo de tempo não muito longo, traz resultados ainda melhores. Assim, a equipe fica melhor estruturada. É interessante também que os profissionais sejam estimulados a dar retorno. É uma boa maneira de os gestores assimilarem as dificuldades que a equipe encontra no dia a dia.

Por que adotá-la dentro das organizações?

Se um gestor quer motivar e desenvolver seus funcionários, ele rapidamente compreenderá as vantagens da cultura de feedback. Inúmeros benefícios podem ser visualizados ao aplicar e receber feedback constante. O feedback faz com que o colaborador se mantenha engajado com o trabalho.

Listamos abaixo algumas das vantagens dessa prática. Confira!

Colaboração

A cultura do feedback estimula a criação de um ambiente colaborativo. Quando todos sabem que estão sendo cuidados, sentem-se mais seguros e confiantes para cooperar com o trabalho do próximo. Também se sentem à vontade para opinar, dar ideias ou tirar dúvidas, mesmo em um projeto que já esteja em andamento. Os gestores também devem fazer parte dessa rede de colaboração.

Comunicação

Assim como estimula a colaboração, o feedback contínuo também impulsiona a comunicação. Quando todos têm espaço para conversar abertamente, fofocas, ruídos e desentendimentos são reduzidos ou eliminados. Também não há espaço para que nenhum colaborador se sinta excluído ou perseguido. Diversos conflitos são minimizados e a empresa só tem a ganhar.

Progresso

Os funcionários se sentem apoiados quando têm seu trabalho avaliado. Claro que a interpretação do feedback vai depender do nível de profissionalismo de cada um, mas, no geral, mesmo as críticas negativas devem ser colocadas de maneira a contribuir com o desenvolvimento do colaborador. Com isso, o trabalho progride e a empresa se torna mais eficiente.

A realidade de um profissional que não sabe lidar com críticas ou correções também pode ser melhorada. É importante que todos enxerguem o feedback como uma forma de apoio ao trabalho e de orientação. O amadurecimento pessoal também traz vantagens ao profissional. O retorno pode ser uma maneira de o colaborador aprender a encarar outras dificuldades.

Satisfação

Por outro lado, aqueles colaboradores que sabem encarar as críticas de maneira positiva, sentem-se satisfeitos quando evoluem. Além de os gestores reconhecerem as melhorias, o funcionário também se sente realizado quando cumpre uma tarefa com eficácia. Os trabalhadores que se sentem desmotivados, geralmente, é por falta de retorno ou de interação com seus supervisores.

Planejamento

O plano de ação que integra feedback é muito melhor desenvolvido. Quando gestores e colaboradores apontam o que precisa ser melhorado, os procedimentos são aperfeiçoados e toda a equipe passa a trabalhar sabendo que as atividades estão em constante observação e desenvolvimento. Assim, fica muito mais fácil cada um enxergar o crescimento do trabalho, mesmo em tarefas cotidianas.

Lucratividade

No momento em que os colaboradores se comunicam e se sentem motivados, o trabalho flui melhor. Sendo assim, ambientes colaborativos trazem resultados melhores. A cultura de feedback pode mudar completamente a atmosfera da sua empresa — os funcionários amadurecem, progridem e não é preciso dizer, portanto, que os resultados e lucros crescem.

Qual o impacto do feedback no desempenho dos colaboradores?

O feedback na empresa gera inúmeros impactos positivos no desempenho dos colaboradores. Isso se explica pelo fato de que, ao saber seus pontos de melhoria, o profissional se sente engajado a aprender mais e a melhorar. Além disso, a companhia passa a ter mais direcionamento ao aplicar seus treinamentos e reciclagens.

Outro fator que é melhorado com o feedback, é o fortalecimento da cultura organizacional e do clima. Porque todos os profissionais estarão alinhados com as expectativas do negócio em relação a eles e os gestores estarão cientes das necessidades de sua equipe.

Fazer uma avaliação de desempenho antes de implantar a cultura de feedback na empresa, por exemplo, é uma estratégia muito sábia para conseguir mensurar os avanços de maneira palpável.

Como implantar a cultura de feedback na empresa?

Implantar a cultura de feedback na empresa não é uma tarefa tão simples. Essa prática deve ser pensada a longo prazo, já que seus resultados podem não ser imediatos.

É importante ressaltar que alguns profissionais poderão se sentir incomodados no início. Por isso, a cultura de feedback deve ser implantada seguindo algumas etapas. Veja a seguir o passo a passo ideal para implantar a cultura de feedback na empresa!

Crie um ambiente adequado

O primeiro passo para implantar a cultura de feedback na empresa é criar um ambiente adequado. Ou seja, o profissional precisa se sentir seguro e confortável para compreender que essa prática é positiva.

Logo, conheça a sua equipe, veja seus pontos fortes e pontos de melhoria, suas necessidades e anseios, o que os motiva no dia a dia, entre outras características.

Dessa forma, fica mais fácil fazer uma abordagem assertiva e agradável.

Seja empático e construtivo

Os funcionários devem ser treinados para entender que as críticas são construtivas. Por isso, seja empático ao expor algum ponto de melhoria e busque sempre destacar algum ponto positivo antes de fazer uma crítica.

O profissional precisa se sentir valorizado e notar que as suas dificuldades são vistas como oportunidade de progresso pela companhia, e não como fraquezas.

Faça elogios

Os elogios são fundamentais para o bom andamento do feedback na empresa. Afinal, os colaboradores são os principais responsáveis pelos sucessos que a corporação já conquistou, logo, nada mais justo do que reconhecer suas qualidades antes de cobrar melhorias.

Faça do feedback uma prática constante

As avaliações e conversas devem ser regulares. Assim que os colaboradores entenderem como funciona a prática, já se sentirão mais motivados. Em todos os feedbacks, metas devem ser definidas para que a prática faça parte do cotidiano da empresa e não se torne um evento esporádico.

Esteja aberto para receber o feedback do profissional

Vale a pena ressaltar, que o feedback deve ser aplicado e recebido do colaborador. Ou seja, o profissional deve ter a sua oportunidade de falar sobre os pontos fortes e fracos que identifica na corporação.

Logo, saiba ouvir e considere, sinceramente, o que o funcionário tem a dizer. Dessa forma, a empresa pode aprimorar cada vez mais suas práticas. Afinal, o colaborador pode apontar questões que não estavam sendo observadas pelos gestores antes.

Aplique feedbacks em grupo e individuais

O feedback em grupo é muito importante para expor os pontos positivos e de melhoria da equipe de uma maneira ampla. Ele é interessante também pelo fato de que os profissionais podem se sentir mais encorajados a expor os avanços que desejam ao estar amparados por seus colegas de equipe.

No entanto, se o feedback for mais particular e demandar de um tato maior para ser aplicado, o ideal é que seja feito de forma individual. Afinal, ninguém gosta de ter seus erros expostos.

Dessa forma, a empresa mostra respeito e consideração pelo colaborador.

Como você pôde compreender durante a leitura deste texto, os colaboradores querem se sentir apoiados e motivados. O trabalho pode fluir muito mais facilmente e sua empresa só tem a crescer. Por isso, sinceridade e transparência são essenciais. Entender o que a cultura de feedback na empresa pode representar para seu negócio é o primeiro passo para desenvolver essa prática com sua equipe.

Agora que você está preparado para praticar o feedback de modo contínuo em sua empresa, o que acha de assinar nossa newsletter? Dessa forma, você poderá se manter atualizado sobre conteúdos muito úteis para sua rotina na gestão dos negócios. Receba as principais dicas e informações em primeira mão, diretamente no seu e-mail.

Convenia Clube de Vantagens

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *