Feedback negativo: como aplicar sem causar desmotivação

Feedback negativo: como aplicar sem causar desmotivação

Tempo de leitura: 6 minutos

O feedback positivo é objetivo principal e constante de quem está inserido no mercado de trabalho e almeja o crescimento de carreira. No entanto, nem sempre é possível alcançá-lo em todas as tarefas que se exerce, e saber como lidar com o feedback negativo — que surgirá em algum momento — também é de grande importância para seguir de acordo com seu plano de carreira.

Compreender o que o gestor está tentando passar com um comentário negativo sobre determinada atividade do colaborador é essencial para a manutenção das tarefas da empresa. Todo trabalhador, por mais capacitado que seja, é passível de falhas, e saber lidar de forma racional com uma crítica é fundamental para o dia a dia.

Neste post, falaremos sobre a importância do feedback negativo e como controlar as reações após passar por um. Leia atentamente e confira!

O que é e para que serve um feedback negativo?

A perda da motivação e da confiança em sua própria capacidade são algumas das piores consequências para um funcionário que acaba de receber um feedback negativo por parte de seus superiores.

No entanto, uma ocasião do tipo pode ser também uma ótima oportunidade para se desenvolver ainda mais dentro de uma corporação, pois, embora sejam difíceis de engolir, as críticas podem ajudar no desenvolvimento profissional e, principalmente, a evitar erros no futuro.

O feedback em si é uma forma de analisar o trabalho desenvolvido, ou seja, uma oportunidade de avaliar as tarefas e, a partir disso, manter ou desenvolver melhores práticas que levarão a empresa aos resultados almejados.

A palavra feedback tem origem do inglês e diz respeito à retroalimentação, uma forma de comunicação interna que vem aprimorando o relacionamento dentro dos empreendimentos. Independentemente de positivo ou negativo, o retorno que os gestores dão aos seus colaboradores tem como objetivo detalhar a visão que eles têm do trabalho desenvolvido.

Obviamente, quando o feedback é positivo, a forma de lidar com a situação é mais cômoda e amena, pois significa que suas tarefas foram exercidas como o esperado ou até surpreenderam os chefes. Por outro lado, o feedback negativo mostra que algo ficou a desejar e é preciso ser melhorado.

Quais são os principais desafios ao lidar com feedback negativo?

Não levar para o lado pessoal uma crítica por um trabalho que deixou a desejar é o primeiro fator que um funcionário deve considerar, já que determinados limites devem ser estabelecidos no ambiente corporativo — e misturar o pessoal com o empresarial pode ser perigoso nesse tipo de situação.

Ficar na defensiva também é uma reação comum entre os que recebem um feedback negativo. Entretanto, nesses casos, o importante é que o colaborador identifique o seu temor e suas inseguranças para sair desse estado defensivo, entendendo as causas que o levam a ter tal tipo de reação diante de uma crítica e, principalmente, aceitando o fato como uma oportunidade de melhoria e crescimento em vez de tomar o retorno negativo por parte da chefia como uma sentença de queda profissional.

Perdoar-se pelo erro também é algo importante para superar uma crítica no ambiente de trabalho, pois é a partir disso que um colaborador pode aprender com seus erros e melhorar sua atuação. Lamentar-se sobre equívocos leva tanto à insatisfação profissional quanto ao pensamento diminuto de suas capacidades, fatores que só ajudam para que a produtividade de um funcionário caia e os feedbacks futuros sejam ainda mais negativos.

Como dar feedbacks negativos de forma construtiva?

Poder contar com uma equipe de alta performance é o sonho de todo empreendedor. Para que isso seja alcançado, é fundamental expor a opinião sobre o trabalho desenvolvido e, assim, aperfeiçoar a rotina para buscar a evolução dos negócios.

Mas como aplicar um feedback negativo de forma construtiva e não desmotivar o seu funcionário? Antes de tudo, é essencial que o líder esteja preparado e domine o assunto em questão. Não há como uma crítica negativa ser levada a sério se o gestor não explicar os motivos e detalhes que o levaram a essa conclusão.

Veja alguns passos de como dar um feedback negativo à sua equipe de forma agradável e construtiva:

  • elogie o colaborador: o profissional faz parte da sua equipe, logo existem diversas atividades que ele realiza de forma eficiente, lembre-o disso;
  • mencione o que poderia ter sido feito diferente: ser preciso sobre o que ocorreu de errado é essencial, mas é preciso deixar claro como tal atividade poderia ter sido feita de forma diferente;
  • use informações sobre o assunto: para justificar o feedback, utilize dados e informações que apresentem ao colaborador como o processo pode ser melhorado. Fazer comparativos entre o realizado e o esperado é uma ótima opção;
  • exponha o que é esperado pela empresa: é necessário deixar claro quais são as expectativas da empresa. O gestor precisa esclarecer quais são os objetivos e como ele espera que o seu funcionário trabalhe dentro dessas projeções.

Como ajudar o colaborador a se recuperar do feedback negativo?

Nenhum de nós está totalmente preparado para um feedback negativo, muitas vezes nos deixamos abalar e isso afeta nosso ânimo e nossa forma de conviver com nossos colegas. Como já explicamos até aqui, existem diversas formas de receber a percepção do gestor quanto ao nosso trabalho.

Compreender e melhorar é, de certa forma, um caminho que demoramos à aprender. Entretanto, para que essa situação não afete o ambiente e não cause consequências mais drásticas é importante que além de saber como passar o feedback negativo, o líder ajude seu funcionário a superar determinado momento.

Primeiramente, é de suma importância que o gestor entenda os motivos pelo qual não ocorreu o projeto conforme o esperado, a partir disso, juntamente com o trabalhador remanejar o processo para chegar ao objetivo. Esse companheirismo transmitirá uma confiança entre ambos.

Além disso, é determinante demonstrar o quanto esse funcionário é quisto por toda a equipe e quanto ele já contribuiu para o desenvolvimento da empresa. Outra forma de auxiliar nessa recuperação é continuar a atribuir demandas para ele, assim o colaborador perceberá que todos confiam nele e o feedback negativo foi apenas uma forma de melhorar as atividades.

Nenhuma empresa chegou ao topo sem passar por situações que necessitaram a atenção dos seus gestores para com os funcionários, e é por meio dos feedbacks negativos que os líderes norteiam e alinham a conduta que eles esperam de seus colaboradores.

Para que isso seja efetivo e traga resultados realmente positivos, é fundamental que o responsável auxilie o trabalhador, mencionando o quanto ele é importante para o estabelecimento, sendo o feedback apenas uma forma de aperfeiçoar ainda mais seu trabalho. Isto é, o gestor será uma ponte para impulsionar melhorias no trabalho da equipe.

Para potencializar sua empresa, é fundamental compreender o processo de aplicação de feedbacks. O que acha de ler também sobre a importância da cultura do feedback para sua empresa?

ebook_5_praticas_para_motivar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *