Big Data no RH: entenda como funciona e quais as vantagens

Tempo de leitura: 6 minutos

A quantidade de dados que produzimos quando estamos conectados à rede é um dos temas mais abordados atualmente. Com isso, as empresas estão descobrindo que também é possível tirar proveito do Big Data no RH.

Essa ferramenta estratégica é utilizada para o avanço de negócios de diversos segmentos. Que tal saber como ela pode ser uma aliada na sua gestão de recursos humanos? Neste texto, vamos explicar o que é Big Data e como o RH pode implementá-lo e tirar proveito. Continue a leitura e confira!

O que é Big Data e como ele funciona?

Vivemos em uma sociedade em rede e estamos todos conectados por meio dela. Imagine quantas informações são depositadas diariamente em redes sociais, aplicativos, ferramentas de busca, sites e blogs.

Todo esse volume de dados é chamado de Big Data. É provável que você esteja pensando em como essa gigante quantidade de informações pode ser útil de alguma forma. Essa é exatamente a questão! Os dados são apenas volume na rede quando não são organizados e interpretados por softwares específicos voltados para esse propósito.

Basta pensar que, se uma empresa busca saber os padrões de consumo de seus clientes, ela precisa de uma ferramenta que vá atrás dos dados deles, organize-os e torne-os “legíveis” para um gestor criar uma estratégia.

Como o RH pode utilizar o Big Data?

Agora que você já entendeu como funciona o armazenamento de dados, precisa saber que eles são especialmente importantes na área de recursos humanos. Usar o Big Data no RH tornou-se obrigatório para gestores que querem otimizar seus processos e maximizar os resultados.

Pense em quais tipos de dados que o setor de recursos humanos armazena ou acessa. Podemos pontuar os registros de rotina dos trabalhadores, as informações armazenadas em planilhas, as pesquisas feitas no ambiente interno, os perfis dos cargos da empresa, entre outros.

Eles podem apenas ficar armazenados sem propósito. Mas, com essa ferramenta no RH, passam a ser organizados e a se tornar fonte de informações relevantes, de métricas e de panoramas sobre o funcionamento do setor.

Quais são os principais benefícios de implementar essa tecnologia?

Você já sabe que o Big Data no RH permite a tomada de melhores decisões. No entanto, podemos falar um pouco mais sobre a aplicação dessa tecnologia nos processos desse setor tão importante para a empresa. Separamos alguns benefícios de implementar o Big Data no RH da sua empresa. Veja abaixo.

Melhora da avaliação de desempenho dos colaboradores

Por meio de sistemas e planilhas, o RH armazena diversos dados, como folha de ponto, tempo por tarefa executada, faltas, períodos mais produtivos e o que interfere no trabalho da equipe.

Essas informações colaboram para avaliações de desempenho das equipes e dos funcionários. Isso evita que eles sejam avaliados apenas por outras pessoas e fiquem sujeitos à parcialidade no julgamento.

A avaliação com base em dados permite que estratégias sejam montadas para incentivar a produtividade, preencher lacunas de produção e otimizar o trabalho.

Aumento da eficiência no recrutamento e seleção

Garantir melhores contratações é um dos grandes trunfos de usar Big Data, visto que essa tecnologia pode atuar desde a atração de talentos até o processo de onboarding na empresa. Quer saber como?

Ao cruzar os dados já existentes sobre as equipes e o perfil dos profissionais que estão na empresa, é possível criar arquétipos, ou seja, perfis ideais para o preenchimento das vagas. Isso vai considerar não apenas a formação do candidato, mas também soft skills e valores que precisarão ser alinhados com os da empresa.

Usando o Big Data, também é possível entender quais sites ou bancos de talentos podem dar mais resultados para o perfil que sua empresa busca. Além disso, também é possível direcionar sua vaga para públicos bem específicos que procuram oportunidades em ferramentas como o LinkedIn.

Indo além, os dados podem ajudar sua equipe a identificar ações que auxiliem a engajar os colaboradores e a reter talentos, garantindo que sua empresa conte com equipes de alta performance e diminua índices de rotatividade.

Identificação de falhas nos processos do departamento

Quando processos são executados manualmente em papéis ou planilhas, eles se tornam altamente sujeitos a erros. E, o que é pior, esses erros são mais difíceis de detectar.

Entretanto, com a digitalização dos processos, todas as ações viram dados que também podem ser analisados. Os erros são identificados mais facilmente, principalmente porque vários sistemas podem ser integrados e o caminho a ser percorrido para a análise de um problema diminui.

Atuando na diminuição e correção de falhas nos processos, o uso do Big Data no RH permite uma atuação mais eficaz da equipe, com resultados mais rápidos e acertados.

Aumento da eficiência nas tomadas de decisões do setor

Como já falamos, o grande volume de dados apenas é relevante quando é organizado e interpretado pelos gestores da empresa.

Isso é possível por meio de indicadores gerados no sistema, que vão apresentar as métricas com base em dados confiáveis. Essas métricas são fundamentais para profissionais que desejam atuar de forma inteligente e estratégica em novas soluções, melhorias e avanço nos processos da empresa.

Entre os indicadores mais comuns do RH que você pode observar com o auxílio do Big Data estão satisfação de funcionários, rotatividade, absenteísmo e ROI (Retorno do Investimento).

Como implementar o Big Data no RH?

Se animou com a possibilidade de trabalhar com Big Data no RH? Provavelmente, você quer saber como fazer para implementar essa tecnologia na sua organização. O primeiro passo é encontrar um software especializado. Essa ferramenta vai ser responsável por coletar, organizar e analisar os dados que você deseja.

Para escolher o software, é fundamental fazer um mapeamento dos possíveis dados que podem ser úteis para o setor e descobrir se o sistema está apto a dar conta deles. Assim, você vai entender se ele atende ou não às necessidades da sua empresa.

Esperamos que este conteúdo tenha sido útil para oferecer a você uma visão ampla sobre o potencial sobre a utilização dessa ferramenta tecnológica. Que tal seguir a tendência das grandes empresas e implementar esse sistema no setor de recursos humanos da sua organização?

Se você se interessa por outros materiais sobre tecnologia e inovação no RH, assine agora mesmo nossa newsletter e fique por dentro das maiores tendências do mercado corporativo!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *