Conheça 8 vantagens do recrutamento interno

Tempo de leitura: 6 minutos

É muito comum se falar do recrutamento externo, isto é, um processo voltado aos profissionais do mercado de trabalho. No entanto, o recrutamento interno tem ganho destaque e é importantíssimo para a moral da equipe.

Nesse modelo, as vagas de trabalho são preenchidas por quem já está dentro da empresa, um empregado. Há um processo seletivo e o melhor candidato é selecionado para ocupar uma nova função, como uma promoção.

Ao dar prioridade para quem já é seu colaborador, o gestor transmite uma mensagem positiva e estimula o alto desempenho. Além disso, potencializa os resultados da seleção e reforça a cultura da organização.

Mas existem muitos outros benefícios! Nós reunimos várias informações sobre o assunto e destacamos as principais vantagens do recrutamento interno. Portanto, leia com atenção!

1. Valoriza a equipe de trabalho

O time de trabalho tem um importante papel no alcance dos resultados. Sem pessoas, uma empresa seria apenas uma entidade abstrata e não conseguiria atingir nenhum dos resultados-chave estabelecidos.

Mas, infelizmente, os talentos nem sempre são valorizados. O reconhecimento e a recompensa, em alguns lugares, são práticas distantes e quase não utilizadas. Um erro que o recrutamento interno ajuda a mitigar.

Ao dar oportunidades aos empregados, o gestor valoriza seu time e mostra que há espaço para crescer dentro da empresa. Além disso, deixa claro que boas ações serão reconhecidas e recompensadas, até com promoções.

2. Cria um maior senso de meritocracia

A meritocracia é o fazer por merecer, isto é, ser recompensado (com uma promoção, por exemplo) dentro da empresa por conta das competências adquiridas e dos resultados entregues em certo período.

Nesse caso, o recrutamento interno ajuda bastante. Com esse modelo, você pode potencializar a carreira dos maiores talentos, mostrando que esforço, trabalho duro e resultados são realmente bem-vindos.

Todavia, é preciso deixar claros os critérios de recrutamento interno. Caso contrário, outros funcionários acharão que a promoção foi por afeto, o que leva a um forte senso de injustiça — o oposto do desejado.

3. Aumenta a motivação dos profissionais

Muito já se discutiu sobre a motivação e seu efeito no trabalho, mas algo é certo: ela traz resultados surpreendentes. Profissionais motivados têm uma performance duas ou até três vezes melhor, uma grande vantagem.

A motivação nasce da busca pela satisfação das necessidades — por exemplo, a autorrealização. Ao abrir uma vaga para o público interno, você está criando uma oportunidade para que o processo de motivação tenha início.

Quando os talentos enxergam a chance de crescer ou ouvem histórias de colegas que foram promovidos, sentem-se mais entusiasmados a entregar ótimos resultados. Logo, toda a empresa é beneficiada.

4. Gera economia ao setor de RH

Como todos os outros setores, o RH tem um orçamento limitado e deve fazer um bom uso do capital disponível. Portanto, deve buscar a otimização dos processos — isto é, fazer mais com os mesmos recursos.

Ao optar pelo recrutamento interno, o talento de RH também está economizando capital financeiro. Muitos dos processos naturais ao recrutamento externo, como a veiculação de anúncios, tornam-se dispensáveis.

A economia também surge da maior eficiência operacional, pois o recrutamento torna-se mais ágil (afinal, os profissionais já são conhecidos) e o acerto na escolha é mais provável (eliminando riscos de evasão).

5. Aumenta a agilidade nos processos

O recrutamento externo é obstativo, ou melhor, composto por uma série de estágios diferentes para filtrar o candidato ao cargo. Tudo deve ser feito com calma, afinal de contas, ninguém quer errar na seleção final.

Mas o processo só é demorado porque os profissionais ainda não são conhecidos. São os primeiros contatos e é preciso entender seu perfil comportamental, alinhamento com a cultura do negócio e equipes de trabalho.

No caso do recrutamento interno, o profissional já é conhecido. Já se sabe, por exemplo, se ele abraça ou não os valores da empresa. Essa maior intimidade garante agilidade ao processo, bem como acerto.

6. Reforça a cultura de trabalho

A cultura é um dos mais importantes elementos da empresa. Ela representa um conjunto de crenças, hábitos e valores que são compartilhados ao longo do expediente. Além disso, sinaliza as prioridades diárias.

Toda cultura é construída a partir da interação entre as pessoas, logo, sempre que alguém de fora é integrado ao trabalho, a cultura passa por pequenas mudanças.

Uma saída para manter a cultura quase intacta é aproveitar quem já está dentro da empresa, pois compartilha das mesmas crenças e valores do negócio. Portanto, a cultura organizacional será reforçada.

7. Otimiza o acerto na escolha

Contratar não é uma tarefa fácil. Mesmo com ajuda da tecnologia, é preciso analisar cada perfil profissional de modo minucioso, bem como identificar se há aderência ao restante da equipe de funcionários.

A tarefa é ainda mais difícil pois, segundo relatório da PwC, o Brasil está entre os cinco piores países do mundo para encontrar mão de obra qualificada — ou seja, é preciso valorizar os talentos de dentro da empresa.

No caso do recrutamento interno, o profissional já é conhecido pela liderança imediata e faz parte dos processos diários, da cultura do negócio e dos desafios existentes. Portanto, adapta-se com facilidade ao novo trabalho.

8. Cria casos de sucesso

Toda empresa deve ter bons casos de sucesso para inspirar seus recém-contratados. Histórias de quem começou por baixo e chegou ao topo, degrau por degrau. Assim, podem até reforçar a marca empregadora.

Quando há um exemplo prático, os talentos podem olhar para o futuro e imaginar posições mais elevadas dentro da empresa. Também podem se dedicar mais ao trabalho e à entrega de grandes resultados.

Por essa razão, o recrutamento interno pode ser visto como uma inspiração aos que sonham em crescer na carreira. Se não for assim, o número de profissionais que migram para a concorrência poderá ser muito maior.

Agora você está por dentro do tema. Lembre-se de que, independentemente do seu processo de recrutamento, interno ou externo, ele deverá ser bem administrado para selecionar o candidato ideal. Para tanto, conte com tecnologia de ponta e processos funcionais.

Gostou do nosso artigo? Aproveite para nos seguir nas redes sociais. Estamos no Facebook e Twitter. Vamos lá!

ebook_5_praticas_para_motivar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *