Qualidade de vida no trabalho: 5 ações para melhorá-la na sua empresa

Tempo de leitura: 6 minutos

Nunca se falou tanto na promoção da qualidade de vida no trabalho como atualmente. O motivo é claro: colaboradores satisfeitos vivem melhor, produzem mais e são mais saudáveis, o que consequentemente reduz o turnover e o absenteísmo.

O investimento em qualidade de vida no trabalho, por sua vez, envolve custos muito reduzidos comparados à falta de recursos e gastos com faltas, demandas judiciais e necessidade constante de recrutamento de novos empregados.

Equipes insatisfeitas podem se envolver em um maior número de conflitos, são mais propensas a falhas e atuam no limite do estresse. O bem-estar do time, por outro lado, traz mais lucros: segundo levantamento da Sodexo, companhias que se preocupam com a questão são em média 86% mais produtivas.

Mas, afinal, você sabe o que fazer para promover uma maior qualidade de vida no trabalho para os seus colaboradores? Conheça nossas dicas e saiba como otimizar resultados e deixar a sua equipe mais satisfeita!

A importância da priorização da qualidade de vida no trabalho

Qualidade de vida no trabalho não diz respeito apenas às empresas com propostas mais joviais que disponibilizam escorregadores, salas lúdicas e videogames. Envolve todo o clima organizacional da companhia e a maneira como os funcionários se sentem em relação a ela — dentro e fora do ambiente corporativo.

Priorizar a qualidade de vida, assim, nada mais é que do respeitar os profissionais tanto fisicamente quanto mentalmente, evitando que se esgotem e tenham boas condições para desempenhar suas tarefas — afinal, eles passam grande parte do seu dia no espaço da empresa.

A palavra que resume a qualidade de vida é a satisfação. Um colaborador satisfeito com as condições que lhe são oferecidas é capaz de executar suas atividades com bom humor, entusiasmo e, principalmente, motivação, estando comprometido com os objetivos do negócio e sempre disposto a encontrar soluções inovadoras para os problemas do dia a dia.

A criação de um ambiente diferenciado exige ao menos um pequeno investimento. Algumas mudanças pequenas, como flexibilização de horários, mudança na iluminação e otimização da comunicação interna, já podem ser suficientes para engajar mais o time e obter resultados melhores.

5 ações práticas para aumentar a qualidade de vida dos colaboradores no ambiente corporativo

A companhia pode promover umas série de ações com diferentes graus de complexidade para aumentar os níveis de satisfação de seus colaboradores. Elas podem variar de acordo com o segmento e tamanho do negócio.

Programas que visem aumentar o bem-estar no ambiente corporativo devem ser criados a partir de uma análise do que pode influenciar na saúde laboral, sendo muito eficientes para reduzir custos nesse ponto.

Conheça 5 ações que podem melhorar a qualidade de vida na sua empresa!

1. Invista nos funcionários

Oferecer treinamentos e cursos aos funcionários é uma excelente maneira de deixá-los preparados para as adversidades que enfrentarão no dia a dia do trabalho e, ao mesmo tempo, garantir que eles ficarão satisfeitos com o investimento em seu desenvolvimento profissional.

Se um empregado com bons resultados demonstrar interesse em realizar um curso de especialização, oferecer a ele aquilo que deseja vai realizá-lo pessoalmente, criando um clima propício para que seja mais produtivo.

2. Crie um ambiente de trabalho seguro e saudável

A satisfação dos funcionários, em muitos casos, está nos detalhes. É importante que o gestor pense em maneiras de tornar o espaço físico de trabalho o mais confortável possível para que ele possa desenvolver suas atividades sem muitas interferências.

Pense em fornecer um ambiente com temperatura agradável, mesas adequadas, cadeiras anatômicas, pausas estratégicas e uma boa iluminação. Procure ouvir as queixas da equipe e conhecer suas preferências: ninguém melhor do que eles para informar o que está bom e o que precisa ser mudado.

3. Considere flexibilizar a jornada de trabalho

O horário de trabalho aparece atualmente como um dos pontos mais importantes para a promoção da qualidade de vida no ambiente corporativo.

Especialmente em cidades grandes, pode ser difícil chegar e sair da empresa em horários de pico, dadas as complicações que o trânsito pode apresentar. Ficar preso no tráfego, inclusive, só aumenta o estresse dos funcionários e reduz o tempo livre deles.

O gestor pode observar a rotina dos empregados mais de perto e tentar entender o que seria melhor, no sentido de deslocamento, para cada um.

Vale a pena flexibilizar horários, se possível, e até mesmo investir em home office: não se trata de trabalhar por menos tempo, mas sim de adotar horários e locais de trabalho alternativos para fazer com que os funcionários fiquem mais satisfeitos e assim produzam mais.

4. Proponha ações internas de integração

Além de criar um ambiente saudável, é função do gestor garantir que toda sua equipe sinta-se integrada com a empresa e, mais ainda, uns com os outros. Não se trata de forçar amizades, mas sim de fazer com que sejam educados e consigam enxergar que um bom resultado para empresa só é criado a partir de um esforço conjunto.

Para tanto, é primordial que ele proponha ações que estimulem a integração de seu pessoal. Atividades como eventos em ocasiões especiais, reuniões semanais e confraternizações são interessantes para engajar e criar um espaço de comunicação aberto.

5. Crie um ambiente aberto para feedback

Uma atitude simples para otimizar a qualidade de vida do pessoal no ambiente de trabalho é sistematizar o feedback, que deve tratar de pontos positivos e negativos dos processos internos da companhia e de cada membro da equipe.

Um exemplo interessante de aplicação é o feedback-sanduíche, em que o administrador começa com elogios, aborda críticas e ao fim enumera novamente os pontos positivos a serem tratados ao final da conversa.

Os benefícios de se investir no aumento da qualidade de vida dos colaboradores

Um dos principais benefícios do investimento no aumento da qualidade de vida dos empregados é a criação de um ambiente corporativo mais agradável. A redução da pressão sob os funcionários diminui o estresse e torna a realização das tarefas do dia a dia mais agradável, ocasionando o aumento da produtividade e satisfação do colaborador.

Consequentemente, nota-se uma diminuição do absenteísmo (número de faltas do trabalhador) e do turnover (rotatividade do pessoal), o que representa também um ganho em rentabilidade para o negócio. Além disso, aproveita-se melhor o potencial de cada colaborador e permite que os talentos permaneçam na equipe o máximo de tempo possível.

Agora que você já conheceu os benefícios de se investir em qualidade de vida no trabalho, confira mais um de nossos posts — Benefícios corporativos: entenda como colocar em prática — e continue aprendendo!

Ebook: Como otimizar e automatizar a comunicação interna: O Guia completo

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *