Como aumentar satisfação no trabalho para funcionários de pequenas e médias empresas

Como aumentar satisfação no trabalho para funcionários de pequenas e médias empresas

Como aumentar satisfação no trabalho para funcionários de pequenas e médias empresas

Uma pesquisa conduzida pela GPTW (Great Place To Work) mapeou os fatores que os funcionários de PME’s (pequenas e médias empresas) realmente valorizam em seus empregos e que, por consequência, aumentam sua satisfação no trabalho.

Os resultados do estudo acusaram que o que os profissionais de pequenas e médias empresa mais valorizam são, em ordem:

  1. Desenvolvimento Profissional
  2. Qualidade de Vida
  3. Remuneração e Benefícios
  4. Estabilidade

Ou seja: eles buscam muito mais do que apenas o salário ao final do mês. É preciso desmistificar essa crença, que ainda está cravada na cabeça de muitos gestores e profissionais no mercado de trabalho.

Para ajudar, resolvemos produzir este artigo. Durante o conteúdo, mostraremos ações eficientes para elevar o clima de satisfação interna e a produtividade dos times. Acompanhe os próximos tópicos!

A relação entre satisfação no trabalho e clima organizacional

A satisfação no trabalho está intimamente ligada com um bom clima organizacional. O primeiro não acontece sem o segundo – e vice versa. Por que dizemos isso? Para entender, basta analisarmos o conceito dessas duas áreas.

Quando existe a satisfação no trabalho, significa que os colaboradores trabalham com um sentimento de contentamento, felicidade e um senso de realização. Todas essas sensações são impressas na qualidade dos serviços, na convivência entre os profissionais e nos resultados obtidos pela empresa.

No entanto, a satisfação no trabalho só “floresce” quando o clima organizacional a “fertiliza”. E o que é o clima organizacional? Em resumo, se refere a uma atmosfera de expectativas e percepções coletivas e individuais, pautada em estratégias organizacionais que orientam e direcionam o comportamento dos colaboradores.

Note essa última parte do significado do clima organizacional: estratégias organizacionais que orientam e direcionam o comportamento dos colaboradores. Entendemos assim que o clima organizacional é a estrutura que sustenta a satisfação no trabalho.

Reforçando esse entendimento, o livro “Clima Organizacional”, escrito por Idalberto Chiavenato, revela que o clima organizacional tem uma relação bem próxima com a motivação dos profissionais – quanto maior a motivação, melhor o clima.

4 ações para aumentar satisfação no trabalho

Tendo em vista o ranking resultante da pesquisa, acompanhe abaixo alguma ações a serem tomadas pela empresa que deseja oferecer aos seus funcionários o que eles mais valorizam:

1) Desenvolver é essencial

Os seus colaboradores, assim como a sua empresa, estão sempre em busca de crescimento e desenvolvimento. Portanto, invista na capacitação do seu time, sempre com um planejamento bem feito e deixando claro ao colaborador qual é o caminho natural dele dentro da organização.

O que fazer: crie um plano de carreira para cada colaborador e mostre aonde ele pode chegar e o que é preciso fazer para chegar lá. 

2) Vida com qualidade

De que adianta estar com tudo no trabalho, se sua vida pessoal é desajustada? Esse desequilíbrio é um inimigo da qualidade de vida.

Morar longe da empresa, pegar trânsito todo dia no percurso casa-trabalho, cobrança em excesso e falta de espaço para realizações pessoais desmotivam qualquer funcionário. E isso é péssimo para a empresa.

O que fazer: crie ações que extrapolam o âmbito profissional do funcionário. Procure deixar o ambiente de trabalho agradável.

3) Trabalhar e ganhar

Segundo a pesquisa, a remuneração entra em terceiro lugar na lista de geradores de satisfação no trabalho. E ela envolve não somente salário, mas também benefícios.

Nesse sentido, é importante estipular um sistema meritocrático de remuneração, no qual cada colaborador ganha proporcionalmente ao quanto contribui à empresa. É mais justo e gera menos insatisfação.

O que fazer: busque firmar parcerias com academias, restaurantes, lojas e outros estabelecimentos que ofereçam serviços (benefícios) valorizados pelos seus colaboradores. Criar um grêmio corporativo é outra sugestão.

4) Estabilidade profissional

Pular de um emprego a outro não é uma opção que agrada à maioria dos profissionais. Por mais que ficar estagnado não seja exatamente um desejo unânime no mundo empresarial (não à toa esse item aparece em quarto no ranking do estudo), as pessoas normalmente se motivam mais quando criam vínculo com a organização e se sentem parte de um time.

O que fazer: estabilidade começa com uma contratação eficaz – quanto melhor você contratar, mais longa será a carreira do profissional na empresa. Tenha descrição de cargos bem definidos e ajustados à realidade do seu negócio. 

10 dicas para a sua equipe melhorar a produtividade no trabalho

A produtividade das equipes pode ser otimizada desde que a empresa adote algumas estratégias importantes. Vejamos algumas delas.

Faça pausas de um minuto

Agende algumas pausas ao longo do dia para relaxar um pouco. Isso ajuda muito a renovar as energias. Mas como definir o momento ideal para um intervalo? Um método que pode ajudar é o pomodoro.

Com ele, os profissionais programam pausas curtas (5 minutos) e pausas longas (25 minutos). Durante esses momentos, é importante que não sejam realizadas atividades que exijam esforço mental. O ideal é se descontrair.

Não faça da abertura de e-mails a sua primeira tarefa

Procure realizar alguma outra tarefa prazerosa antes de abrir os e-mails, como exercícios de relaxamento ou tomar um café. Seu dia pode ficar mais produtivo quando você confere os próximos afazeres depois de já ter concluído alguma atividade que dê uma sensação de contentamento.

Tenha um bloco de anotações

Anotar coisas positivas de um dia de trabalho pode incentivar nos próximos. Esses registros podem acontecer a noite em um horário que esteja relaxado. Para ajudar, crie uma coluna em uma folha de papel ou dispositivo eletrônico e anote tudo que fez com eficiência ou que tem motivos para se orgulhar.

Tenha um espaço adequado para o trabalho

Deixe seu canto de atuação mais animado com fotos ou outros itens que possam fazer você se sentir em um local mais personalizado. Outra dica é investir em móveis e cadeiras que ofereçam uma boa ergonomia durante o trabalho. Dessa forma, o home office será um local que potencializará a produtividade.

Estabeleça uma boa relação com seus colegas de trabalho

A famosa frase ‘gentileza gera gentileza’ se aplica aqui, e o clima pode ser bastante influenciado por pequenos atos de simpatia, como: um bom dia, perguntar como o colega de trabalho está ou convidar para um almoço juntos.

No caso dos times remotos, seria interessante programar happy hours virtuais para fortalecer as amizades e o relacionamento entre os profissionais.

Diversifique a forma de realizar algumas tarefas

Procure realizar o trabalho de uma forma mais prazerosa quando for possível – fazendo uma reunião de trabalho durante uma caminhada, por exemplo.

Procrastine de uma forma produtiva

Focar todas as energias no trabalho, sem descansos, pode acabar sendo prejudicial. Navegar na web para ‘relaxar’ um pouco pode lhe dar uma nova energia para realizar outras tarefas. Além disso, alguns gostam de ler um livro, tirar uma soneca após o almoço ou praticar um hobby.

Essas coisas devem ser programadas em determinados períodos para não prejudicar a sua gestão de tempo dedicado ao trabalho.

Organize suas tarefas

Tenha uma agenda de compromissos e tarefas e siga-a. Uma ótima maneira de fazer isso é utilizando aplicativos para gestão de tarefas, como o Trello, Evernote ou Kanban. Ao passo que cumprir determinada atividade, é só iniciar a próxima.

Vale ressaltar a importância do equilíbrio e não listar mais tarefas do que consegue realizar – isso pode ser frustrante e cansativo. O melhor é determinar as demandas prioritárias para cada dia e focar nelas.

Mexa-se ou mantenha a postura

Sente com postura para trabalhar, e procure mexer-se e dar uma volta andando de tempos em tempos, mantendo-se sem dores em função de posições erradas.  Uma boa dica é realizar um exercício laboral que alongue os músculos e ajude na melhoria da respiração. Essas práticas têm um alto impacto na reeducação postural, no bem-estar físico e emocional.

Tenha uma carta na manga

Tenha sua música favorita à mão para ouvir antes de reuniões ou apresentações difíceis, por exemplo. Isso pode trazer mais confiança e animação para determinados trabalhos. 

Segundo o livro “O jeito Harvard de ser feliz”, escrito por Shaw Achor, o padrão de manter o foco no negativo está presente em todas as esferas da nossa sociedade. Mas, como vimos neste artigo, não precisa estar dentro da empresa. Afinal, basta que os gestores invistam no clima organizacional e na satisfação dos colaboradores.

O que achou do nosso artigo? Entendeu como aumentar a satisfação no trabalho? Quer potencializar a atmosfera interna da sua empresa? Então, baixe agora mesmo o e-book: Clima Organizacional: Como mensurar e melhorar.

New call-to-action

Marcelo Furtado

Marcelo Furtado é administrador de empresas com pós-graduação em engenharia financeira pela Poli-USP. Iniciou sua carreira na Pepsico e posteriormente trabalhou 8 anos com gestão de ativos em hedge funds. É cofundador da Convenia, primeiro software na nuvem de gestão de departamento pessoal voltado para pequenas e médias empresas no Brasil. Marcelo também atua como professor de Marketing Digital na ESPM-SP e mentor na ACE e Google Campus.