Como controlar a jornada dos colaboradores no home office

Como controlar a jornada dos colaboradores no home office

Tempo de leitura: 10 minutos

Nos últimos anos com o avanço da tecnologia, algumas empresas optaram por um novo modelo de trabalho: o home office ou teletrabalho. Hoje em dia, diversas vagas de emprego já anunciam em seu título que a forma de trabalho para tal função será remota.

Atualmente, com a pandemia do novo coronavírus, a onda do home office foi usada como uma porta de saída para que as organizações  continuem funcionando mesmo que não seja presencialmente. A maioria dos  colaboradores trabalham de casa e cumprem as medidas de segurança, protegendo-se do vírus.

A adoção dessa modalidade têm funcionado bem para variados ramos de negócios , e muitos estudam prolongar essa medida, mesmo quando a pandemia passar. Isso, pois o teletrabalho apresenta vantagens para colaboradores e empregadores.

Entretanto, esse modelo de trabalho é permitido por lei? Como fazer o controle de jornada dos colaboradores? Vamos esclarecer todas essas dúvidas nesse texto! Veja os tópicos que serão abordados: 

  • Lei da Jornada de Trabalho no Home Office
  • Home office: como funciona essa modalidade?
  • Controlando a jornada do colaborador: quais ferramentas?
  • Vantagens de controlar a jornada no home office

Lei da Jornada de Trabalho no Home Office

Foi somente em 2017, com a Reforma Trabalhista, que o modelo de home office entrou em vigor na Consolidação das Leis do Trabalho. Segundo a Lei n. 13.467/2017 em seu Art. 75-B da CLT, o teletrabalho é considerado a prestação de serviços que acontecem fora da empresa e suas sedes. 

E, para que isso seja possível, o funcionário deve utilizar tecnologias de informação e comunicação. Portanto, essa lei não se enquadra para trabalhos braçais ou com necessidades presenciais , já que estes não podem exercer essas atividades no âmbito de suas residências. 

Outra especificação é que essa modalidade de trabalho não atende as regras de jornadas presentes na CLT para colaboradores convencionais, que frequentam o escritório. Ou seja, funcionários que trabalham em regime home office não precisam cumprir horários diários, e sim cumprir a carga horária semanal.

Para que isso seja possível, o contrato destes funcionários pode ser por atividades. Dessa forma, existe mais flexibilidade e é estabelecido no contrato as atividades que o colaborador irá efetuar durante a sua jornada. 

Em seu Art. 75-C, a lei também impõe que a modalidade de home office deve estar presente no contrato individual de trabalho do colaborador, constando as atividades que ele irá executar durante a sua jornada de trabalho.

Vale ressaltar que pode ser feito um termo aditivo de trabalho, no caso de funcionários que precisaram migrar para o teletrabalho.

Em fevereiro de 2020 devido a pandemia de COVID-19, foi publicada a Medida Provisória (MP) 927/2020 que teria a função de facilitar toda a burocracia a ser firmada durante o período de teletrabalho. Entretanto, essa medida não apresenta mais vigência, pois perdeu validade no dia 19/07/2020.

Ainda existe dificuldade em relação a como funciona essa modalidade de trabalho. Por isso, no próximo tópico vamos abordar tudo sobre isso! 

Home office: como funciona essa modalidade?

Para funcionários contratados por uma empresa, o home office significa que as tarefas relacionadas ao trabalho são realizadas fora da empresa. Em outras palavras, o funcionário não precisa comparecer na organização para cumprir sua jornada. 

Dessa forma, ele pode trabalhar no conforto de sua casa e realizar suas tarefas utilizando um notebook e internet. Antes da pandemia, era comum que o colaborador cumprisse sua jornada de home office em trânsito. Mas, como assim?

Para profissionais que necessitam viajar para realizar alguma reunião, é comum que trabalhem ao longo do caminho, como em cafés, aeroportos ou espaços de coworking. Os espaços de coworking são locais descontraídos, no qual diferentes profissionais dividem um ambiente para executar suas atividades do trabalho. Para isso, possui cadeiras, mesas e internet. 

Cada vez mais comum em todo o mundo, uma pesquisa realizada pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), até abril deste ano de 2020, 59 países adotaram a alternativa do home office. 

Uma grande dúvida dos gestores é como fazer o controle de jornada dos funcionários. Ou seja, como garantir que o funcionário realmente está cumprindo suas tarefas mesmo em um novo cenário. Entretanto, com o avanço da tecnologia essa preocupação tem ficado cada vez menor. 

Isso pois, para que o teletrabalho seja possível, existem algumas ferramentas que as empresas adotam para realizar um controle de jornada de seus colaboradores. 

Entenda no próximo tópico!

Controlando a jornada do colaborador: quais ferramentas?

Se você quer dicas e soluções para o controle de jornada quando o assunto é home office, está no lugar certo! 

Como vimos, a legislação não impõe que deve acontecer um controle para funcionários que trabalham em home office. Porém, imagine só a dificuldade da empresa de gerenciar os horários de todos os colaboradores se estão trabalhando de casa? Seria um pesadelo para o setor responsável por cuidar dessas informações, não é mesmo?

Por isso, é essencial usufruir da tecnologia para resolver esse problema. Confira as dicas a seguir!

Designar as funções de cada funcionário é primordial em qualquer modalidade de trabalho e, para os que trabalham em home office, é mais importante ainda. 

Reunir a equipe virtualmente e estabelecer quais são os objetivos a serem cumpridos ao longo da semana ajuda a alinhar as tarefas que devem ser efetuadas. 

Além do gestor saber o que cada funcionário está fazendo, essa atitude aumenta a produtividade dos funcionários devido a comunicação efetiva. Nesse momento, o gestor pode aproveitar para perguntar quais as atividades foram efetuadas e quais não foram, investigando os motivos. 

Só assim ele irá entender o que pode fazer para auxiliar seus funcionários a se organizarem para cumprir suas tarefas. O uso de planilhas para separar as atividades serve de grande auxílio para ter um controle efetivo de tudo isso.  

Agora, uma dica essencial é utilizar um controle de ponto digital. Mas, como isso funciona? 

O controle de ponto digital é uma forma alternativa e moderna de reter as informações de entrada, saída e pausa dos colaboradores. 

Empresas que utilizam um sistema de ponto manual e precisaram migrar para o home office, precisaram substituir esse método arcaico de controle. Isso, pois o controle de ponto manual nada mais é do que o funcionário escrever, em um livro ou planilha, seus horários de entrada e saída. 

Esse método pode ocasionar em fraudes na marcação de ponto, além de crescer o risco de perder esses documentos tão importantes para o RH

Entretanto, com o controle de ponto digital, o funcionário pode registrar seus horários em um computador, smartphone ou tablet. E, assim, todas as informações ficam salvas em nuvem, de maneira segura. Simples e prático, certo?

No próximo tópico, conheças as vantagens de controlar a jornada de trabalho durante o home office ou teletrabalho. 

Vantagens do controle de jornada home office

Você já percebeu que o teletrabalho é uma tendência e está sendo implementado cada vez mais pelas empresas. 

Para que você entenda as vantagens de realizar um controle efetivo da jornada dos funcionários em home office, separamos vantagens para a empresa e também para o colaborador. Veja a seguir!

Para a empresa

Uma das principais vantagens é a otimização dos processos do setor de RH. Esse setor é responsável por diversas funções, incluindo a organização da folha de ponto e de pagamento  dos funcionários. Entretanto, se o controle de ponto é manual, essas atividades acabam demandando muito tempo, impossibilitando que essa área consiga realizar outras funções. 

Com um controle de ponto alternativo, os cálculos complexos incluídos na folha de ponto são feitos automaticamente. Além disso, é possível visualizar dados de atrasos, colaboradores que não param para um intervalo e até as mesmo faltas injustificadas. 

Com isso, a empresa também tem acesso aos indicadores sobre a jornada de trabalho de todos os colaboradores cadastrados no sistema de ponto. Isso significa que a empresa terá relatórios com análises de apontamento de horas, gerenciamento da equipe ou desempenho. 

O custo-benefício também entra como vantagem do controle de jornada dos funcionários em home office. O ponto digital não necessita do uso de outros softwares para complementar a gestão de ponto. Vou explicar. 

Um controle digital de jornada inteligente promove todas as etapas para a gestão da folha do funcionário em um só sistema. 

Ou seja, realiza o registro de ponto, tratamento da folha e gerenciamento de frequência. Dessa forma, a empresa não terá gastos com inúmeros sistemas incompletos. Outra vantagem que ressalta o custo-benefício, é que esse tipo de sistema não requer manutenção. 

A inovação e a modernidade são palavras-chave que definem o controle de jornada durante o home office. No próximo tópico, veja as vantagens para o colaborador!

Para o colaborador 

O desejo de qualquer profissional é ter a possibilidade de um horário de trabalho flexível. Com o teletrabalho, isso é possível. E, com o controle de jornada, é possível se organizar melhor em relação às atividades que devem ser feitas em determinado dia. 

Isso gera em um aumento da produtividade do funcionário, já que ele tem a vantagem de trabalhar nos horários que acha mais conveniente para a sua rotina. 

Assim, o funcionário irá trabalhar o tempo exato que precisa, sem trabalhar mais do que deveria, evitando as horas extras. Em outras palavras, não irá enfrentar o excesso de carga de trabalho.

Esses benefícios melhoram a qualidade de vida de todos os colaboradores. Por trabalhar no conforto de sua casa, o colaborar não precisa se deslocar pela cidade, evita o desgaste mental com o trânsito ou transporte público e ainda não precisa conviver em ambientes competitivos. 

Conclusão

Ter um controle de jornada com um sistema de ponto alternativo é essencial para a implantação de um home office efetivo. Nesse texto, você pôde perceber que o teletrabalho é uma tendência que veio para ficar, visto que até as leis já se adaptaram para essa modalidade.

Além disso, apresentamos as melhores ferramentas de controle de jornada dos profissionais que atuam nessa modalidade, e também as vantagens para a organização e funcionários. 

Gostou deste artigo? Confira outros sobre RH e administração de empresas clicando aqui!

Este conteúdo foi produzido em parceria com time da PontoTel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *