Qual é a importância da gestão de jornada de trabalho para as empresas?

Qual é a importância da gestão de jornada de trabalho para as empresas?

Qual é a importância da gestão de jornada de trabalho para as empresas?

A gestão de jornada de trabalho é um serviço feito em conjunto pelos setores de recursos humanos (RH) e departamento pessoal (DP). Quando não realizado de forma eficiente, a empresa pode colher resultados negativos, como processos judiciais e prejuízos financeiros.

Mas, afinal, como é feita a gestão de jornada de trabalho? Qual é a melhor maneira de realizar esse gerenciamento? Por que é importante ter essa prática bem consolidada na empresa? Essas e outras perguntas serão respondidas neste artigo. 

Acompanhe os próximos tópicos!

Qual é a importância da gestão de jornada de trabalho?

Em resumo, a gestão de jornada de trabalho consiste na utilização de um sistema de marcação de horários. Desse modo, é possível entender quais colaboradores cumpriram e quais não cumpriram o período mensal de labuta. 

Mas o que está incluído nesse controle de horas? No geral, são essas as informações:

  • Número de horas diárias trabalhadas;
  • Quantidade de horas extras mensais;
  • Contabilização das pausas durante a jornada;
  • Volume de atrasos no trabalho.

Além do que foi citado na introdução, existe ainda outra razão que mostra a importância desse gerenciamento: o respeito pelo colaborador. Isso acontece porque o controle da jornada ajuda a empresa a cumprir o que foi acordado no contrato de trabalho dos profissionais.

Sendo assim, se o número de horas exceder ao período normal de trabalho, os colaboradores receberão por isso. Outra vantagem da gestão de jornada é a possibilidade de mensurar a produtividade dos times. Desse modo, os gestores podem adotar a política de meritocracia para premiar os funcionários de melhor desempenho.

De acordo com o artigo 74 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), o controle de jornada é obrigatório para empresas com mais de 10 colaboradores. Porém, depois da aprovação da lei n0 13.874/2019, também conhecida como lei da liberdade econômica, a gestão de jornada passou a ser obrigatória apenas para empresas com mais de 20 colaboradores.

3 formas de controle da jornada de trabalho

Atualmente, já percebemos uma forte tendência da jornada de trabalho híbrida (home office e presencial) entre as empresas, e as pesquisas reforçam essa ideia. Segundo a 140 edição do Índice de Confiança Robert Half (ICRH), que é apresentada em um artigo do site de notícias G1, 91% dos profissionais apostam na consolidação do modelo híbrido de jornada.

Mas esse novo cenário apresenta um desafio: como gerenciar esses horários flexíveis? A seguir, elencamos algumas maneiras.

1. Ferramentas digitais

Não importa se o time ficará fixo no home office ou alternando com o modelo presencial, as ferramentas digitais de controle de jornada são a solução para o sucesso desse tipo de controle de jornada.

Por meio de um aplicativo instalado em dispositivos eletrônicos, tanto os colaboradores, como os profissionais do RH e do DP têm acesso às horas trabalhadas. Com apenas alguns cliques, os profissionais registram os seus horários de entrada, saída, pausas etc.

Por outro lado, o RH e o DP recebem essas informações de forma automática e em tempo real, facilitando o fechamento da folha de pagamento, bem como de outras rotinas relativas à gestão de jornada.

2. Biometria

Algumas empresas utilizam o sistema de biometria ou impressão digital. Esse sistema é parecido ao relógio de mecânico de ponto, mas com uma diferença marcante: em vez de cartões, é a digital dos colaboradores que registra os horários.

Todas as informações geradas pelos dispositivos biométricos são repassadas para um sistema central e visualizadas pelo RH e o DP.

Outra particularidade da biometria é a impressão de um comprovante toda vez que um funcionário marca o horário. Dessa forma, o colaborador obtém um controle para verificação das horas que trabalhou.

3. Reconhecimento facial

Existem também a possibilidade de realizar a gestão de jornada de trabalho por meio do reconhecimento facial

Funciona assim: o sistema faz um registro fotográfico da face do funcionário e compara com a foto que foi cadastrada no banco de dados. Muitas empresas adotaram esse método porque dificulta bastante as fraudes.

Como gerir a jornada de trabalho com assertividade?

Sim, a gestão da jornada de trabalho é uma demanda complexa. Porém, seguindo algumas estratégias, fica mais fácil para o RH e o DP realizarem esse gerenciamento com assertividade. 

Entre as principais ações eficientes, podemos citar:

  • Conhecimento sobre a legislação: os gestores precisam conhecer e se atualizar sobre as regras da jornada de trabalho estipuladas pela CLT;
  • Adequação aos acordos e convenções coletivas: esses documentos podem ter regras específicas sobre os cálculos das horas trabalhadas, bem como sobre a gestão do banco de horas. Sendo assim, é importante que o RH e o DP conheçam esses direcionamentos;
  • Escolha do sistema de ponto: embora existam muitos sistemas disponíveis, a empresa deve optar por uma ferramenta digital que permita a marcação de ponto tanto por funcionários presenciais quanto pelos remotos. Afinal, como vimos, esse modelo de trabalho tende a imperar nos próximos anos;
  • Utilize dados: com a adoção de um sistema digital, o RH e o DP terão uma enorme quantidade de dados sobre os colaboradores. Esse acervo pode ser usado nos relatórios dos indicadores de desempenho (KPIs), de produtividade e de absenteísmo.

Principais motivos para fazer a gestão em tempo real

Quando a gestão de jornada de trabalho é feita com maestria, os benefícios logo aparecem. Quais são eles? Podemos apontar alguns:

  • Autonomia para os colaboradores;
  • Diminuição dos erros no fechamento da folha de pagamento;
  • Redução de processos trabalhistas;
  • Otimização dos serviços relacionados a jornada de trabalho;
  • Implantação da cultura da inovação na empresa;
  • Automatização dos processos internos.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Microsoft, 66% dos líderes entrevistados disseram que desejam implantar a jornada de trabalho híbrida nos próximos anos e 73% dos profissionais querem muito isso.

Sem dúvidas, o mundo empresarial está diante de uma disrupção no modelo de trabalho e isso afetará diretamente a forma como as empresas gerenciam a jornada dos colaboradores. Porém, seguindo as dicas que demos neste artigo, a sua empresa estará preparada para os desafios da posteridade.

Entendeu como é realizada a gestão de jornada de trabalho? Quer potencializar as demandas do departamento pessoal da sua empresa? Então, você precisa ler o nosso e-book: Gestão Eficiente dos Processos de DP. Baixe agora mesmo e boa leitura!

New call-to-action

Marcelo Furtado

Marcelo Furtado é administrador de empresas com pós-graduação em engenharia financeira pela Poli-USP. Iniciou sua carreira na Pepsico e posteriormente trabalhou 8 anos com gestão de ativos em hedge funds. É cofundador da Convenia, primeiro software na nuvem de gestão de departamento pessoal voltado para pequenas e médias empresas no Brasil. Marcelo também atua como professor de Marketing Digital na ESPM-SP e mentor na ACE e Google Campus.

Contribua com este post