Homenagem ao psicólogo e a sua importância para o RH

Homenagem ao psicólogo e a sua importância para o RH

Homenagem ao psicólogo e a sua importância para o RH

Acolhimento, empatia, ouvido atento, orientações valiosas. Essas são apenas algumas das práticas que compõem “os ossos do ofício” dos psicólogos. E não é verdade que esses profissionais também são os responsáveis por muitas histórias com finais felizes? Por esses e outros motivos, resolvemos fazer uma homenagem ao psicólogo.

Neste artigo, falaremos sobre a importância dessa profissão, contaremos um pouco da sua história e mostraremos porque ela é tão importante para o RH. Acompanhe os próximos tópicos e venha participar dessa tão merecida homenagem a todos os psicólogos!

Homenagem ao psicólogo, uma profissão fundamental!

Primeiramente, queremos dizer: parabéns, psicólogos! Vocês têm um dia especial para celebrar a profissão, mas quer saber, o trabalho que realizam é comemorado todos os dias. Cada sorriso aberto, lágrima enxugada, força para recomeçar ou um sentimento de esperança nos pacientes, é uma espécie de coroação que vocês recebem.

Sim, vocês fazem um trabalho nobre e muito significativo na vida das pessoas – esse é o maior motivo para celebrar a profissão que exercem. Na prática, a psicologia é uma ciência que visa a compreensão das relações humanas e a aplicação de metodologias que promovam o bem-estar e o desenvolvimento dos indivíduos.

Para entendermos ainda melhor a importância do psicólogo para a sociedade, faremos um recorte na fase da pandemia do Covid-19. De acordo com uma pesquisa do Fórum Econômico Mundial (WEF) que é apresentada em um artigo da BBC News, 53% dos brasileiros disseram que a sua saúde mental piorou desde que iniciou a pandemia.

Nessa mesma matéria, foram divulgados alguns dados de um relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) que aponta o Brasil como o país com maior índice de transtornos de ansiedade nas Américas. Diante desses fatos, fica claro que o Brasil, e por que não dizer o mundo, precisa muito dos psicólogos.

A história do dia do psicólogo

Revirando as páginas da história, descobrimos um pouco sobre a criação do dia do psicólogo. O ano era 1962, e o então Presidente da República, João Goulart, sancionou a lei n0 4119/1962. Com essa legislação, a profissão de psicólogo foi regulamentada

no Brasil e uma data foi indicada para lembrar a importância desse ofício: 27 de agosto.

Porém, foi somente com a aprovação da lei n013.407/2016 – 54 anos depois da regularização da profissão – que o Dia Nacional do Psicólogo passou ser oficialmente comemorado em todo o território nacional. Por fim, esses profissionais receberam o reconhecimento que merecem.

A importância desse profissional no setor de RH

Saindo um pouco do contexto social e focando no corporativo, notamos que o psicólogo é uma figura importante para a gestão de pessoas do RH. Uma vez que, esse profissional tem conhecimentos científicos que facilitam as relações trabalhistas e potencializam o bem-estar dos colaboradores.

Mas quais são as demandas do RH que mais recebem melhorias por meio dos serviços de um psicólogo? A seguir, apontamos algumas delas.

Em processos de seleção e recrutamento

No processo de recrutamento e seleção, a empresa busca por profissionais talentosos que sejam compatíveis com a cultura interna e gerem eficiência nos cargos e funções. Para que esse objetivo seja alcançado, o psicólogo pode ajudar em, pelo menos, duas áreas importantes.

A primeira envolve a criação de um ambiente interno que promova a melhor experiência para os profissionais contratados. Sendo assim, a empresa entende quais são as melhores estratégias e ações que farão os colaboradores mais felizes, como também fortalecerá a employer branding (marca empregadora).

Já a segunda área se refere a definição do perfil comportamento ideal para integrar o time de colaboradores. Para isso, o psicólogo analisa cargos e funções, personalidade dos profissionais internos e a mentalidade cultural predominante na empresa. Por fim, será montado um ou vários perfis compatíveis com esses fatores.

Em treinamento e desenvolvimento

Com a ajuda do psicólogo, o RH realiza uma avaliação de desempenho dos colaboradores a fim de construir um eficiente programa interno de treinamento e desenvolvimento. O objetivo será a implantação de metodologias de ensino que gerem engajamento e potencializem a taxa de retenção dos participantes.

Entre as técnicas que o psicólogo pode indicar, estão: as atividades experienciais, testes embasados na neurociência, gamificação, dinâmicas em grupos, aulas online e determinados cursos. 

Para avaliar o desempenho

Para avaliar os colaboradores, o RH pode utilizar os indicadores de desempenho (KPIs). Mas quais são os melhores? Essa decisão pode ser tomada com a ajuda de um psicólogo.

Por exemplo, para saber como está a produtividade das equipes, o psicólogo talvez indique que um KPI de qualidade de vida seja usado junto com um de performance. Sendo assim, caso os níveis de produtividade estejam baixos, o RH pode analisar se os motivos estão ligados a problemas de saúde mental ou emocional dos colaboradores.

Esse tipo de avaliação, atrelada a indicadores, é indicado tanto para equipes quanto para profissionais individuais. Quando é utilizada em colaboradores específicos, o psicólogo consegue descobrir também soft skills importantes para, por exemplo, a atuação em cargos de liderança.

Para a gestão de clima organizacional

Uma ferramenta estratégica para a gestão do clima organizacional é a pesquisa de satisfação interna. Por meio dela, o psicólogo e os gestores do RH identificam fatores positivos e negativos sobre o ambiente na empresa.

Esses feedbacks fornecidos pelos colaboradores são essenciais para a criação de políticas de inclusão, meritocracia, benefícios e inovação. O resultado será a formação de uma atmosfera interna saudável, com profissionais felizes e engajados.

O livro “Psicologia Positiva nas organizações e no trabalho: conceitos fundamentais e sentidos aplicados”, escrito por Narbal Silva e Samantha de Toledo Martins Boehs, diz que a psicologia ajuda as empresas a lidarem com temas emergentes, como: liderança estratégica, felicidade no trabalho e resiliência.

Reforçando esse pensamento, podemos dizer que os psicólogos preparam as organizações e os seus colaboradores para enfrentar as situações que surgem no contexto corporativo. Devido a essa importância, diremos novamente com todas as letras: parabéns psicólogos!

O que achou do nosso artigo? Gostou da nossa homenagem ao psicólogo? Entendeu a importância desse profissional para o setor de recursos humanos? Então, descubra agora como cuidar da saúde mental e emocional dos colaboradores?

New call-to-action

Marcelo Furtado

Marcelo Furtado é administrador de empresas com pós-graduação em engenharia financeira pela Poli-USP. Iniciou sua carreira na Pepsico e posteriormente trabalhou 8 anos com gestão de ativos em hedge funds. É cofundador da Convenia, primeiro software na nuvem de gestão de departamento pessoal voltado para pequenas e médias empresas no Brasil. Marcelo também atua como professor de Marketing Digital na ESPM-SP e mentor na ACE e Google Campus.

Contribua com este post