Como organizar o recrutamento e seleção?

Tempo de leitura: 3 minutos

Para chamar a atenção dos candidatos ideiais, os talentos do mercado, é importante que a sua empresa apresente um employer branding forte e que, no momento da abertura da vaga, todas as informações estratégicas estejam reunidas em um job description completo.

No entanto, pensando agora ao lado do departamento de RH, como não se perder em meio a esses candidatos e escolher o que realmente possui todas as características desejadas para a vaga?

Pensando nisso, nós elaboramos um Mapa da Vaga para otimizarmos o nosso processo de Recrutamento e Seleção aqui internamente no Convenia e vamos disponibilizar no final deste post para que você também possa usar!

O mapa da vaga é dividido em 6 etapas, todas descritas em maiores detalhes logo abaixo:

    • Configuração da vaga
      Você deve especificar os aspectos gerais da vaga, o título da vaga, a faixa salarial e os benefícios corporativos inclusos para a posição. Tente ser sucinto, o intuito do mapa da vaga é ter todas as informações estratégicas sobre a posição reunidas em um local de fácil visualização para que você sempre tenha em mãos e seja de fácil acesso.

 

    • Skills
      Liste até 3 soft/hard skills que o candidato deve ter. Embora seja comum em processos seletivos a especificação de hard skills a serem desenvolvidas durante o tempo de atuação do profissional na empresa, é importante que o candidato já chegue com um pacote mínimo de competências técnicas para que possa evoluir no seu trabalho como o desejado.

 

    • Qualificações mínimas
      De forma complementar ao passo anterior, é necessário também identificar qual o perfil profissional que o candidato deve ter, de forma mais abrangente e que esteja envolvido com o mindset estratégico do candidato. As qualificações mínimas podem então ser a formação do candidato, experiências anteriores de trabalho, conhecimentos de estratégias do mercado etc..

 

    • Características não permitidas
      É necessário listar aqui características que impedem um bom desempenho no trabalho do profissional, seja por falta de competências sociais ou técnicas. Por exemplo: se a vaga é para coordenação de uma equipe de departamento pessoal, um candidato que não gosta de trabalhar em equipe ou que seja desorganizado representa uma potencial má contratação, já que por mais que a curto prazo ele possa conseguir gerir as demandas, a um prazo maior podem surgir diversas complicações como perda de controle de dados internos da empresa, erros devido a má comunicação com a equipe etc..

 

    • Responsabilidades a serem assumidas
      Listando as principais atribuições para essa vaga fica mais fácil manter a objetividade na seleção de candidato e evita também, no caso de múltiplas vagas abertas ao mesmo tempo, que alguma atribuição seja deixada de fora e carente de profissionais capacitados.

 

    • Onde achar o candidato
      Para achar o candidato ideal é necessário entender quais lugares são fontes de profissionais que possuem as características listadas anteriormente e outros pontos importantes. Como exemplos, o profissional ideal para a sua vaga pode estar em uma empresa do mesmo nicho que a sua ou dentro de empresas ligadas a e-commerce, agências, etc..
Mapa da Vaga: organize melhor o seu recrutamento e seleção

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *