Hard Skills vs Soft Skills: Qual a diferença?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Para facilitar o processo de recrutamento e seleção, as empresas começaram a separar em categorias as habilidades e conhecimentos que os candidatos possam ter. Neste artigo, você saberá exatamente qual é a diferença entre hard skills e soft skills para que possa aplicar este conceito nos seus processos de avaliação e recrutamento.

Antes de explicarmos a diferença, é importante destacarmos que skill em inglês pode ser traduzido como habilidade, ou seja, ambos os conceitos trazem itens que o candidato a uma vaga de emprego possuem.

Hard Skills

Hard Skills são habilidades que você consegue quantificar e, em última instância, até ensinar uma determinada pessoa a conquistar tais habilidades. Normalmente, você mede se um determinado profissional possui hard skills através de testes práticos ou até mesmo perguntando quais cursos ele tem, livros que ele já leu ou treinamentos que já tenha participado.

Exemplos de hard skills:

  • Proficiência em uma determinada língua;
  • Um diploma ou um certificado obtido;
  • Habilidade de operar um determinado software ou um maquinário;
  • Programação de software.

Soft Skills

Soft skills são mais difíceis de serem avaliadas e são relacionadas a forma como o profissional se relaciona com outras pessoas. Por se tratar de um item subjetivo, a avaliação destas habilidades ocorre em entrevistas e, principalmente, na forma como as pessoas trabalham. As dinâmicas de grupo ou situações em que um candidato simula uma atividade real de trabalho também podem ser muito úteis para identificar comportamentos específicos.

Exemplos de soft skills:

  • Flexibilidade;
  • Comunicação;
  • Liderança;
  • Paciência;
  • Persuasão;
  • Priorização;
  • Ética;
  • Positividade.

Utilizando os Soft Skills e Hard Skills em Recrutamento e Seleção

Ao montar a descrição de uma vaga, não se esqueça de detalhar muito bem quais são as habilidades (soft e hard) que você pretende identificar nos candidatos para uma determinada vaga. Isso facilitará aos diversos avaliadores que podem participar do processo a utilizarem o mesmo peso e medida para todos os candidatos.

Por exemplo: se você estiver buscando por um profissional de marketing digital que será responsável por suas campanhas de Google Adwords, é muito importante destacar algumas habilidades hard, como:

  1. Ter conhecimento avançado da ferramenta Google Adwords;
  2. Saber fazer relatórios no Google Analytics;
  3. Ter conhecimento avançado em excel.

Note que todas estas habilidades podem ser facilmente avaliadas através de testes práticos e perguntas específicas durante a entrevista. Por outro lado, este profissional também precisará ter algumas habilidades soft importantes para a função, como:

  1. Ser orientado a resultados – afinal de contas, ele precisará entregar performance nas campanhas;
  2. Ter perfil analítico – como ele mexerá com muitos dados, é importante ter este perfil para não se perder em tantos números;
  3. Ser auto-gerenciável – precisamos também que este profissional não dependa de uma atenção próxima do seu gestor.

Veja que apenas ao descrever as habilidades, os avaliadores já têm um guia claro de “o que” e “como” avaliar um profissional. A comparação entre opiniões de diferentes avaliadores deixará de ser “ah, eu gostei mais deste” para “este candidato tem esta habilidade mais presente por este e aquele motivo”.

Template de Diretório de Colaboradores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *