Tecnologia em recursos humanos: 7 ferramentas e como aplicar

Tempo de leitura: 6 minutos

Há tempos que a tecnologia em recursos humanos permitem a profissionais do setor maior acesso a dados e recursos para melhorar planos e estratégias. Além disso, ferramentas disponibilizadas ao longo dos últimos anos, auxiliam no monitoramento da atuação de funcionários, possibilitando um reconhecimento adequado de performances e a elaboração de planos cada vez mais eficazes na captação de talentos.

Constantemente, a tecnologia em recursos humanos oferece oportunidades para que empresas e profissionais reavalie o desenvolvimento de seus processo, algo capaz de organizar e otimizar tarefas, além de permitir mais agilidade e precisão nas funções do setor de RH, essas ferramentas ainda podem influenciar na percepção de performances de colaboradores. 

Quer medir resultados, mas não sabe como? A tecnologia pode te ajudar com isso! Baixe o e-book GRATUITO, conheça os tipos e entenda qual a tecnologia ideal para o seu negócio!

Tecnologia em recursos humanos: Principais ferramentas 

Assim como em qualquer outra área, o setor de recursos humanos conta com eventos para discutir  o seu futuro, assim como as tendências de tecnologia que vão facilitar suas tarefas. 

A tecnologia em recursos humanos, é hoje um facilitador para que o setor de RH seja capaz de seguir estratégias específicas e garantir o crescimento da empresa. 

As principais ferramentas de tecnologia utilizadas em recursos humanos são:

  • Utilização de nuvens;
  • Gamificação de atividades;
  • Integração de mídias sociais;
  • Virtualização e globalização;
  • Rotinas padronizadas de RH;
  • Inteligência artificial;
  • Big Data Analytics.

1.Utilização de nuvens 

Hoje, o RH lida com dados sigilosos e que refletem a competitividade de toda a empresa. Por exemplo, quais as bonificações dos profissionais talentosos e o orçamento total do RH?

Um dos locais mais práticos e seguros para arquivar essas informações é a nuvem. Quando feito da maneira correta, o armazenamento de informações nas nuvens da web (clouds) pode ser ainda mais seguro que outros tipos provedores, como o pessoal.

A tendência é que, para os próximos anos, essa segurança ganhe reforços. Novos mecanismos de engenharia permitem tornar o acesso mais ágil, acertado e confiável para os gestores.

2.Gamificação de atividades

Esse tipo de tecnologia que mistura o uso de games para atividades diferentes, como a seleção de funcionários, segue em alta e deve ser cada vez mais presente no mercado.

A tecnologia permite que diversas etapas sejam gamificadas. O treinamento do time é um bom exemplo. Ainda é possível falar de processos de integração de novos talentos e campanhas de endomarketing. Por isso, o uso de tecnologias e técnicas do games ainda vai crescer bastante.

3.Integração de mídias sociais

O uso das mídias de maneira integrada pode ajudar bastante no dia a dia das organizações, otimizando a colaboração interna e externa de parceiros.

As mídias sociais podem ajudar, por exemplo, a fortalecer a comunicação interna e manter o time mais bem alinhado. Elas também podem servir de base para o recrutamento de talentos ou para a comunicação com os candidatos promissores.

Não por acaso, muitas redes sociais corporativas — com foco específico nas empresas, como o Workplace do Facebook — estão ganhando força dentro das empresas.

4.Virtualização e globalização

Tais fatores estão modificando completamente o ambiente empresarial, possibilitando o trabalho de colaboradores em locais remotos e expandindo a atuação de funcionários.

Hoje, já não é muito difícil falar em trabalho remoto, equipes multiculturais ou até globais. Muitas empresas, mesmo as pequenas, permitem que seus profissionais atuem de qualquer lugar, como em home office. Nos próximos anos, a expectativa é que essa realidade cresça

5.Rotinas padronizadas de RH

Unidos pela tecnologia, cada vez mais profissionais da área de RH poderão determinar terminologias, métricas, sistemas e técnicas de coleta de dados em todo o mundo.

Métricas como o Turnover ou Return On Investment (ROI) já são monitoradas por boa parte das empresas com RH estratégico. O método de levantamento é o mesmo e, por vezes, o mais comum é contar com tecnologias de automação, o que resulta em mais padronização.

Essa padronização permite que o RH das empresas brasileiras projetem seus dados a nível global e possam fazer o benchmarking de outros mercados, como da China ou EUA.

6.Inteligência Artificial

Não é de hoje que se fala em inteligência artificial (IA). Os softwares estão muito perspicazes e são capazes de realizar grandes feitos, com agilidade e acerto fora do lugar-comum.

Dentro do RH, já existem tecnologias capazes de tirar dúvidas dos candidatos, reconhecer emoções por meio de entrevistas em vídeo, automatizar a triagem de currículos com base em competências previamente definidas, tudo isso sem qualquer interferência humana.

Não por acaso, dados da Deloitte mostram que um terço das equipes de RH já contam com algum tipo de IA. A tendência é que nos próximos anos esse número seja muito maior.

7.Big Data Analytics

Por fim, é possível falar da democratização dos grandes volumes de dados (Big Data). Existem muitas informações que podem ajudar a construir um RH mais estratégico e acertado.

Nos próximos anos, tecnologias de Big Data permitirão que os gestores façam a mineração de dados, extraiam informações importantes e aprendam para agir de maneira competitiva. Esses dados podem estar dentro ou fora da empresa, desde que contem com veracidade e volume.

Tecnologia em recursos humanos será cada vez mais importante

A utilização de tecnologias em recursos humanos que agrupam em um único lugar as informações de departamentos e funcionários são cada vez mais importantes dentro das empresas, uma vez que o  acesso a dados detalhados sobre funcionários e colaboradores são uma ferramenta valiosa para a elaboração de estratégias com diferentes objetivos.

Como você pode observar, são muitas as tendências de tecnologia no RH. Da maior segurança das informações em nuvem até o acesso a um grande volume de dados. Para aproveitá-las, porém, é preciso que o gestor de RH faça da inovação uma verdadeira filosofia de trabalho.

Quer aprender mais e descobrir como a tecnologia pode melhorar a gestão de RH? Aproveite para baixar nosso e-book e ficar por dentro do tema. Vamos lá!

1 comentário


  1. Me gusta saborear y visitar blogs, aprecio mucho el contenido, el trabajo y el tiempo que ponéis en vuestros artículos. Buscando en Google he encontrado tu web. Ya he disfrutado de varios artículos, pero este es muy ameno, es unos de mis temas predilectos, y por su calidad he disfrutado mucho. He puesto tu web en mis favoritos pues creo que todos tus artículos son interesantes y seguro que voy a pasar muy buenos momentos leyendolos.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *