Tendências de tecnologia para recursos humanos

Tempo de leitura: 5 minutos

Conheça algumas das principais tendências de tecnologia no RH para os próximos anos e se atualize no ambiente de trabalho. Assim, você poderá se sobressair no mercado.

Assim como em diversas áreas de atuação, o setor de recursos humanos conta com eventos para discutir o futuro de seus profissionais e as tendências de tecnologia que vão facilitar suas tarefas. Estivemos presentes na Conferência Anual de Gestão de RH, nos EUA.

Segundo Paul Belliveau, um dos principais palestrantes e diretor da AVANCÉ, a tecnologia é, hoje, um facilitador para que o setor de RH possa seguir suas estratégias e potencializar o crescimento da empresa. Por esse motivo, o Recursos Humanos exerce grande importância.

Entre as tendências de tecnologia no RH apresentadas durante a conferência, algumas foram destacadas e apresentamos abaixo para você. Por esse motivo, continue a leitura!

Segurança completa do RH em nuvens

Hoje, o RH lida com dados sigilosos e que refletem a competitividade de toda a empresa. Por exemplo, quais as bonificações dos profissionais talentosos e o orçamento total do RH?

Um dos locais mais práticos e seguros para arquivar essas informações é a nuvem. Quando feito da maneira correta, o armazenamento de informações nas nuvens da web (clouds) pode ser ainda mais seguro que outros tipos provedores, como o pessoal.

A tendência é que, para os próximos anos, essa segurança ganhe reforços. Novos mecanismos de engenharia permitem tornar o acesso mais ágil, acertado e confiável para os gestores.

Gamificação de atividades estratégicas

Esse tipo de tecnologia que mistura o uso de games para atividades diferentes, como a seleção de funcionários, segue em alta e deve ser cada vez mais presente no mercado.

A tecnologia permite que diversas etapas sejam gamificadas. O treinamento do time é um bom exemplo. Ainda é possível falar de processos de integração de novos talentos e campanhas de endomarketing. Por isso, o uso de tecnologias e técnicas do games ainda vai crescer bastante.

Mídias sociais integradas

O uso das mídias de maneira integrada pode ajudar bastante no dia a dia das organizações, otimizando a colaboração interna e externa de parceiros.

As mídias sociais podem ajudar, por exemplo, a fortalecer a comunicação interna e manter o time mais bem alinhado. Elas também podem servir de base para o recrutamento de talentos ou para a comunicação com os candidatos promissores.

Não por acaso, muitas redes sociais corporativas — com foco específico nas empresas, como o Workplace do Facebook — estão ganhando força dentro das empresas.

Virtualização e globalização do trabalho

Tais fatores estão modificando completamente o ambiente empresarial, possibilitando o trabalho de colaboradores em locais remotos e expandindo a atuação de funcionários.

Hoje, já não é muito difícil falar em trabalho remoto, equipes multiculturais ou até globais. Muitas empresas, mesmo as pequenas, permitem que seus profissionais atuem de qualquer lugar, como em home office. Nos próximos anos, a expectativa é que essa realidade cresça

Padronização nas rotinas de RH

Unidos pela tecnologia, cada vez mais profissionais da área de RH poderão determinar terminologias, métricas, sistemas e técnicas de coleta de dados em todo o mundo.

Métricas como o Turnover ou Return On Investment (ROI) já são monitoradas por boa parte das empresas com RH estratégico. O método de levantamento é o mesmo e, por vezes, o mais comum é contar com tecnologias de automação, o que resulta em mais padronização.

Essa padronização permite que o RH das empresas brasileiras projetem seus dados a nível global e possam fazer o benchmarking de outros mercados, como da China ou EUA.

Inteligência Artificial

Não é de hoje que se fala em inteligência artificial (IA). Os softwares estão muito perspicazes e são capazes de realizar grandes feitos, com agilidade e acerto fora do lugar-comum.

Dentro do RH, já existem tecnologias capazes de tirar dúvidas dos candidatos, reconhecer emoções por meio de entrevistas em vídeo, automatizar a triagem de currículos com base em competências previamente definidas, tudo isso sem qualquer interferência humana.

Não por acaso, dados da Deloitte mostram que um terço das equipes de RH já contam com algum tipo de IA. A tendência é que nos próximos anos esse número seja muito maior.

Experiência do empregado

O RH tem três grandes desafios: atrair, contratar e manter profissionais de ponta no quadro de trabalho. Para tanto, a boa experiência do empregado (employee experience) é crucial.

À vista disso, as novas tecnologias também são pensadas para satisfazer os colaboradores. Ao longo do recrutamento e seleção, por exemplo, já é possível contar com sistemas de entrevista por vídeo para tornar a experiência mais cômoda. Existem muitas outras possibilidades.

Nesse caso, todavia, é preciso olhar além dos softwares. O investimento no local de trabalho e no aperfeiçoamento da liderança são outras formas de criar ótimas experiências de trabalho.

Big Data Analytics

Por fim, é possível falar da democratização dos grandes volumes de dados (Big Data). Existem muitas informações que podem ajudar a construir um RH mais estratégico e acertado.

Nos próximos anos, tecnologias de Big Data permitirão que os gestores façam a mineração de dados, extraiam informações importantes e aprendam para agir de maneira competitiva. Esses dados podem estar dentro ou fora da empresa, desde que contem com veracidade e volume.

Como você pode observar, são muitas as tendências de tecnologia no RH. Da maior segurança das informações em nuvem até o acesso a um grande volume de dados. Para aproveitá-las, porém, é preciso que o gestor de RH faça da inovação uma verdadeira filosofia de trabalho.

Quer aprender mais e descobrir como a tecnologia pode melhorar a gestão de RH? Aproveite para baixar nosso e-book e ficar por dentro do tema. Vamos lá!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *