Avaliação 360: o que é? Quais os principais pontos?

Tempo de leitura: 3 minutos

Avaliação 360 é um tipo de avaliação de desempenho, onde cada colaborador pode avaliar o desempenho de colegas, superiores e subordinados. Essa avaliação passa mais credibilidade nos seus resultados, já que vários pontos de vista são considerados em um feedback para toda a empresa.

 

A avaliação de desempenho ainda é considerada uma das mais eficientes e populares ferramentas ao alcance dos profissionais de Recursos Humanos para medir o empenho e os resultados de gestores e colaboradores. E, embora haja uma série de diferentes estilos em que esse tipo de pesquisa possa ser aplicado, o modelo de avaliação 360 se mantém firme e forte como um dos preferidos pelas grandes empresas do mercado atual.

Você pode baixar gratuitamente a nossa planilha de Avaliação de Desempenho

Também conhecida como feedback 360, esse tipo de avaliação que vamos apresentar neste artigo traz a grande vantagem de oferecer para todos os colaboradores um panorama geral do que está sendo sentido pela empresa, oferecendo um feedback que foi sustentado por todos os funcionários. Além disso, durante o preenchimento do questionário leva a outras autoavaliações feitas por quem está respondendo, já que incita sutilmente comparações entre ele e quem ele está avaliando.

Por envolver um estudo completo a respeito do desempenho, produtividade e do nível de potencial de crescimento de cada um dos funcionários de uma organização, esse tipo de avaliação leva alguns fatores específicos em consideração, incluindo capacidade de liderança, nível de colaboração, interação, organização e proatividade.

Como funciona a avaliação 360?

A avaliação deve abranger questões chave para o desenvolvimento da empresa, abordando tipos de comportamento e competências desejados pela empresa. Essa avaliação pode ocorrer por meio de questionários, onde os colaboradores (totais ou amostrais) recebem os pontos a serem avaliados de outros funcionários e também de si mesmos – é importante trazer esse momento de confronto pessoal para que o profissional desenvolva mais o seu senso crítico e até mesmo se compare aos colegas, fazendo com que ele mesmo saiba reconhecer onde ele pode melhorar.

O RH deve aplicar essa avaliação de forma anônima e também deixar claro essa condição para os funcionários, assim as respostas obtidas não vão ficar com a sua veracidade comprometida. Os resultados então são compilados e usados para identificar pontos que devam ser trabalhados para a evolução profissional de toda a empresa, abrindo portas para uma gestão mais estratégica de pessoas.

O que é considerado na avaliação de desempenho 360?

Separamos algumas sugestões de pontos que a sua empresa pode utilizar na avaliação de um funcionário:

  1. Liderança: O colaborador sabe comandar?
  2. Proatividade: O funcionário tem iniciativa? Sabe resolver questões e gerar ideias por conta própria?
  3. Vontade: O colaborador é empenhado na sua atuação?
  4. Flexibilidade: O funcionário tem poder de adaptação?
  5. Aptidão: O colaborador mostra talento no que realiza?
  6. Disponibilidade: O empregado se mantém disponível e pronto para trabalhar?
  7. Integração: Há interação entre o empregado e seus colegas mais próximos?
  8. Produtividade: O funcionário mostra bons resultados na sua função?
  9. Colaboração: O empregado costuma colaborar com colegas?
  10. Ética: O colaborador mostra ética na sua atuação?
  11. Organização: O funcionário é organizado no seu trabalho?
Convenia Clube de Vantagens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *