O que é Gestão de Talentos?

Tempo de leitura: 3 minutos

Gestão de Talentos é o conjunto de atividades envolvidas com o objetivo de contratar, treinar e reter profissionais talentosos na empresa, criando um ambiente com colaboradores engajados, motivados e que contribuem para o crescimento do negócio. Separamos aqui dicas práticas para os gestores.

 

Não são poucos os desafios que os departamentos de recursos humanos encontram no dia-a-dia. Além da parte administrativa, que no Brasil toma muito tempo, os gestores de talentos precisam também motivar, engajar, incentivar, organizar políticas e várias outras ações que mantenham o colaborador alinhado com a empresa em que trabalha.
Em relatório do The Boston Conulting Group (BCG), o gerenciamento de talentos apareceu como o item mais importante de um departamento de RH. Mas o que é “gestão de talentos”? Com raras exceções, as empresas tem em seu corpo de colaboradores o ativo mais importante para seus negócios. Como gerir este ativo?
As políticas mais utilizadas por grandes empresas englobam atividades como:

    • Reconhecimento de funcionários: reconhecer o funcionário é parte muito importante no engajamento. Saber que o seu trabalho está sendo bem feito e, principalmente, que os superiores e pares reconhecem isso trás aos colaboradores uma motivação adicional. Ações como bonificação salarial, oferta de cursos, brindes e até mesmo um agradecimento da empresa são algumas das opções para que a sua empresa realize a premiação e faça o funcionário se sentir valorizado.

 

    • Incentivo dos colaboradores: o incentivo eventual é uma forma direta de dizer a sua equipe que você gosta e valoriza o trabalho. Sempre que houver algum evento onde você acredita que um membro do seu time contribuiu diretamente para o resultado, dê uma premiação!

 

    • Comunicação e Transparência: a transparência é muito discutida em relação aos gestores e investidores. Porém, a transparência dentro da empresa é tão importante quanto. Saber definir e, principalmente, transmitir com clareza as políticas de recursos humanos da sua empresa é vital para mantê-los motivados e engajados.

 

    • Benefícios Corporativos: aumente o poder aquisitivo do seu funcionário sem ter que aumentar o seu salário. Oferecer convênios com empresas que sejam relevantes para ele e para a sua família resulta em uma percepção positiva de valor do colaborador e ainda permite que o funcionário equilibre melhor a sua vida dentro e fora do trabalho.

 

    • Conhecimento da equipe: saber quais são os principais objetivos profissionais e pessoais da sua equipe é o primeiro passo para mantê-la satisfeita e, consequentemente, sem o desejo de mudar de emprego.

 

    • Proximidade: as pequenas empresas têm a vantagem da proximidade entre os profissionais, permitindo que uma relação mais próxima seja estabelecida e que uma gestão mais eficiente dos talentos seja realizada.

 

    • Comunicação: seguindo na linha dos dois itens anteriores, manter uma comunicação aberta com os funcionários é de grande importância; permitindo que problemas ou insatisfações (assim como boas e inovadoras idéias e opiniões) sejam conhecidos em pouco tempo e que providências rápidas possam ser tomadas para reverter ou melhorar a situação.

 

    • Capacitação: investir no progresso e na capacitação dos membros da sua equipe é fundamental e pode fazer toda a diferença para reter bons profissionais.

 

    • Flexibilidade: seja no sentido de liberdade criativa ou de horários de trabalho, é um aspecto de absoluta importância para os profissionais nos dias de hoje, e ter isso em mente é essencial para os gestores que não querem perder os talentos de sua empresa.

 

 

Convenia Clube de Vantagens

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *